Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Tiago Monteiro e Félix da Costa vencem em Macau

Pilotos portugueses brilham nas categorias de WTCC e Fórmula 3.
20 de Novembro de 2016 às 09:05
Tiago Monteiro levou o seu Honda à vitória na pista da Guia
Félix da Costa já tinha sido o mais rápido nos treinos e confirmou supremacia na corrida
Tiago Monteiro levou o seu Honda à vitória na pista da Guia
Félix da Costa já tinha sido o mais rápido nos treinos e confirmou supremacia na corrida
Tiago Monteiro levou o seu Honda à vitória na pista da Guia
Félix da Costa já tinha sido o mais rápido nos treinos e confirmou supremacia na corrida

O automobilismo português brilhou ao mais alto nível no Grande Prémio de Macau. Nas corridas disputadas este domingo, Tiago Monteiro venceu a prova da categoria WTCC, enquanto António Felix da Costa ganhou na Fórmula 3.

Tiago Monteiro, ao volnate de um Honda tornou-se o primeiro português a ganhar a Corrida da Guia do Grande Prémio de Macau.

O piloto terminou à frente do francês Jean Karl Vernay (Volkswagen) e do espanhol Pepe Oriola (Seat), numa prova que já contou para o campeonato do mundo de WTCC e que desde o ano passado integra o campeonato TCR International Series, apesar de o português não estar a participar nessa competição.

O suíço Setefano Comini (Volkswagen) sagrou-se hoje o campeão do TCR International Series, apesar de ter terminado em quarto lugar a Corrida da Guia.

Tiago Monteiro confessou, no final da prova, que sentiu "um grande alívio" e um momento "fantástico" ao vencer a Corrida da Guia do Grande Prémio de Macau, que considerou "tensa" e "muito difícil". 

Para o piloto português, esta vitória foi também um ajuste de contas com Macau, depois de em 2014 ter visto fugir-lhe a vitória na prova, que então contava para o campeonato do mundo de WTTC.  Na altura, o português perdeu em Macau, na última corrida do mundial WTCC, para o britânico Robert Huff, em Lada, depois de à 9.ª volta a direção do seu Honda ter bloqueado.

"Há dois anos foi uma grande tristeza, a três curvas do fim, bloquear a direção no WTTC, e por isso foi uma pequena vingança aqui. Tinha alguns ajustes ainda a ter com Macau e foi fantástico", afirmou. 

Félix da Costa confirma ser o mais rápido
Pouco depois da vitória de Monteiro, outro português brilhou em Macau. António Félix da Costa, em Dallara Volkswagen, venceu a prova de Fórmula 3 do 63.º Grande Prémio de Macau, repetindo o triunfo de 2012, um dos maiores da sua carreira. 

Félix da Costa, de 25 anos, representou a mesma equipa de há quatro anos, a Carlin, e ficou à frente do sueco Felix Rosenqvist (Dallara Mercedes, que demorou mais 1,603 segundos a cortar a meta) e do brasileiro Sérgio Sette Câmara (Dallara Volkswagen, mais 3,194 segundos).

O piloto português havia saído na 'pole position', mas passou para a segunda posição logo na primeira volta, quando foi ultrapassado pelo brasileiro, que era terceiro na grelha de partida, mas no arranque passou para a frente.

Félix da Costa manteve-se em segundo lugar até à sétima volta ao circuito citadino de Macau, quando ultrapassou Sette Câmara, conservando-se aí até ao final da corrida, de 15 voltas.

Sette Câmara, por seu turno, não conseguiu conservar a segunda posição e foi ultrapassado na 14.ª volta, a penúltima, por Felix Rosenqvist, que ganhou a Fórmula 3 de Macau em 2014 e 2015 e saiu hoje em sexto na grelha de partida.

António Félix da Costa só anunciou a 24 de outubro a sua participação nesta edição do Grande Prémio de Macau de Fórmula 3, prova que se realiza desde 1954.


tiago monteiro felix da costa grande prémio macau corrida wtcc fórmula 3 grande prémio
Ver comentários