Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

804 mil postos de trabalho seguros por 470 milhões de euros

Regime de layoff simplificado já abrangeu mais de 99 mil empregadores, de acordo com balanço do Governo.
Janete Frazão 29 de Maio de 2020 às 08:37
Ministra Ana Mendes Godinho
Ministra Ana Mendes Godinho FOTO: Lusa
A Segurança Social já transferiu 470 milhões de euros para as empresas que recorreram ao layoff simplificado. O regime de apoio ao emprego "protegeu", até agora, cerca de 804 mil postos de trabalho e abrangeu mais de 99 mil empregadores, de acordo com um balanço avançado esta quinta-feira pela ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho.

Os números foram divulgados pela governante durante um debate no Parlamento sobre a resposta do estado social à pandemia, uma interpelação ao Governo que foi feita pelo PS. Ana Mendes Godinho adiantou ainda que o Governo já atribuiu apoios pagos a 1,2 milhões de trabalhadores, no âmbito da crise provocada pelo novo coronavírus.

"Em dois meses, com as medidas extraordinárias que criámos, já abrangemos um milhão e 200 mil trabalhadores com apoios pagos, 140 mil empresas no valor global de 620 milhões de euros", começou por dizer. "Em dois meses, foram criadas medidas extraordinárias para responder às mais diversas situações imprevistas", acrescentou Ana Mendes Godinho, que deu como exemplo os 51 mil trabalhadores abrangidos pelo subsídio a 100% para isolamento profilático.

A governante adiantou também que "o apoio aos trabalhadores independentes já abrangeu 160 mil trabalhadores e o apoio aos sócios-gerentes chegou acerca de 14 mil". Foi ainda concedida uma prorrogação automática de prestações sociais a "mais de 40 mil pessoas".

Os dados foram avançados no dia em que a Segurança Social informou que o formulário a partir do qual trabalhadores a recibos verdes e sócios-gerentes podem pedir apoio relativo a maio ficará disponível no site da Segurança Social Direta no próximo sábado. O prazo de entrega, que decorria entre 20 e 31 de maio, foi estendido até 9 de junho.

Só 14 mil sócios recebem apoio
O apoio a sócios-gerentes foi atribuído, até agora, a 14 mil pessoas. O Governo estimava que chegasse a 78 mil pessoas, número depois alargado para 200 mil. Esta quinta-feira, o Parlamento aprovou o texto final que estabelece que o apoio fica disponível para todos os empresários, independentemente da faturação. O PS julga o texto inconstitucional mas aguarda a decisão do Presidente da República.

PORMENORES
Inspeções da ACT
A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) tem 486 inspetores em funções, "o número mais elevado" de sempre, disse ontem a ministra, apontando ainda para 5500 ações inspetivas realizadas só no último mês.

Concertação Social
O Governo convocou os parceiros sociais para 2 de junho para discutir o Plano de Estabilização Económica e Social e as medidas no âmbito da pandemia.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)