Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Combustíveis atingem os preços mais altos do ano

Fundo soberano da Noruega sai do setor petrolífero.
Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 9 de Março de 2019 às 01:30
Bomba de combustíveis
Combustíveis
Bomba de combustíveis
Combustíveis
Bomba de combustíveis
Combustíveis
O valor da gasolina e do gasóleo deve subir, respetivamente, 1,5 cêntimos e 0,5 cêntimos por litro na próxima segunda-feira, atingindo assim os preços mais altos de 2019.

Isto numa altura em que o preço do crude desceu face aos crescentes receios de travagem da economia mundial. Este aparente paradoxo é explicado pela queda do euro em comparação com o dólar. A moeda europeia atingiu o mínimo de 20 meses face à moeda americana cotando-se nos 1,1223 dólares. O litro de gasolina deve passar a custar 1,465 euros e o do gasóleo 1,392 euros.

O fundo soberano da Noruega, o maior fundo soberano do Mundo, anunciou ontem que vai reduzir os seus investimentos no setor do petróleo. A decisão surge depois de o Banco Central da Noruega ter aconselhado a redução da exposição do fundo face à volatilidade dos preços do crude.

Como reação a esta decisão a cotação do petróleo nos mercados internacionais caiu dois por cento. O preço do barril de petróleo Brent, para entrega em maio, abriu ontem em baixa no mercado de futuros de Londres, a valer 65,73 dólares, menos 0,86% do que no fecho na sessão anterior.n
Mundo Noruega Banco Central da Noruega Brent Londres economia negócios e finanças energia
Ver comentários