Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Dívida pública dispara para recorde de 262,1 mil milhões em abril

De acordo com os dados do Banco de Portugal, o endividamento atingiu 262,1 mil milhões de euros, o que representa um aumento de 7,3 mil milhões de euros face aos 254,78 mil milhões de euros registados em março.
Jornal de Negócios 1 de Junho de 2020 às 11:50

A dívida pública (na ótica de Maastricht) deu um forte salto em abril, devido ao forte aumento dos gastos do Estado para responder ao impacto da pandemia na atividade em económica, que levaram o IGCP a aumentar a emissão de obrigações.

De acordo com os dados do Banco de Portugal, o endividamento atingiu 262,1 mil milhões de euros, o que representa um aumento de 7,3 mil milhões de euros face aos 254,78 mil milhões de euros registados em março.

Em termos nominais o valor da dívida pública é agora o mais elevado de sempre. 

"Para este aumento contribuíram essencialmente as emissões de títulos de 7,2 mil milhões de euros efetuadas em abril, destacando-se uma emissão sindicada de uma obrigação do Tesouro realizada pela República Portuguesa de 5 mil milhões de euros", refere a nota do Banco de Portugal.

O IGCP acelerou o programa de emissão de dívida para responder ao aumento das necessidades de financiamento do Estado, tendo em abril realizado uma emissão sindicada recorde, aproveitando também os custos relativamente baixos numa altura em que o BCE continua a suportar o mercado de obrigações da Zona Euro devido ao seu programa de compra de ativos.

A dívida pública líquida de depósitos registou um aumento bem inferior, com uma subida de 1,9 mil milhões de euros face a março, atingindo 237,1 mil milhões de euros.

Esta evolução mostra que o encaixe da emissão sindicada realizada em abril foi apenas parcialmente gasto pelo Estado.

Comparando com março, o aumento da dívida pública em abril foi de 3%. Face a abril do ano passado a subida é de 2%.

O anterior máximo histórico da dívida pública tinha sido atingido em maio do ano passado perto dos 257 mil milhões de euros. 

Como abril já está no segundo trimestre, não é possível calcular o peso da dívida na economia, que é a métrica mais correta para avaliar o endividamento de uma economia.

A estimativa do FMI aponta para que a dívida pública em Portugal atinja um recorde de 135% do PIB este ano.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)