Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Empresas podem pedir apoio à retoma da atividade a partir de hoje

Medida, que sucede ao 'layoff' simplificado, aplica-se a empresas com quebra de faturação igual ou superior a 40%.
Lusa 6 de Agosto de 2020 às 18:45
Empresas não poderão despedir  por um período de três anos
Empresas não poderão despedir por um período de três anos FOTO: Raquel Wise
As empresas com quebra de faturação igual ou superior a 40% podem, a partir desta quinta-feira, pedir à Segurança Social o novo apoio extraordinário à retoma progressiva da atividade, medida que sucede ao 'layoff' simplificado.

O formulário para pedir o apoio que irá vigorar entre agosto e dezembro e que varia consoante a quebra de faturação das empresas ficou disponível esta quinta-feira no site da Segurança Social Direta.

O apoio extraordinário destina-se a empresas privadas ou do setor social com quebras na faturação igual ou superior a 40%, que retomem a atividade e varia consoante a quebra de faturação.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Segurança Social Direta economia negócios e finanças indústria transformadora retoma apoio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)