Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Layoff sobe custos nas empresas

Menos horas trabalhadas aumentaram 13,5% o custo do trabalho no segundo trimestre.
Andresa Pereira 14 de Agosto de 2020 às 08:23
Trabalho em fábrica
Trabalho em fábrica FOTO: Nuno André Ferreira
A forte redução nas horas trabalhadas devido ao layoff simplificado fez o Índice de Custo do Trabalho aumentar 13,5% no segundo trimestre deste ano face ao período homólogo.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), “esta evolução resultou da conjugação do decréscimo de 0,7% no custo médio por trabalhador com a redução de 12,2% no número de horas efetivamente trabalhadas por trabalhador”. O INE realça que “o decréscimo das horas trabalhadas foi transversal a todas as atividades económicas analisadas.

Quanto aos custos salariais e os outros custos, as duas principais componentes dos custos do trabalho por cada hora trabalhada, sofreram também um aumento de 15,2% e 5,4%, respetivamente, entre abril e junho deste ano, “tendo estas variações sido significativamente mais acentuadas que as observadas no trimestre anterior (7,7%, 7,6% e 8,1% respetivamente), exceto para os outros custos”.

O INE explica ainda que “as variações do custo total e dos custos salariais superiores às dos outros custos deve-se à diminuição ou isenção do pagamento de contribuições sociais das empresas que aderiram ao layoff simplificado e que estão incluídas nos outros custos”.
Layoff INE economia negócios e finanças trabalho media
Ver comentários