Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Nova Zelândia é o primeiro país do mundo a permitir pagar salários em criptomoedas

O fisco da Nova Zelândia aceita que as empresas do país paguem aos trabalhadores através de moedas digitais.
Jornal de Negócios 13 de Agosto de 2019 às 17:42
Bitcoin criptomoedas

A Nova Zelândia tornou-se o primeiro país do mundo a legalizar o pagamento de salários através de criptomoedas, um movimento que permite às moedas digitais darem mais um passo em frente no objetivo de se tornarem um meio de pagamento regular e cada vez mais utilizado.

A decisão que foi adotada pelo fisco neozelandês entra em vigor a partir de 1 de setembro e autoriza o pagamento com criptomoedas desde que os montantes sejam fixos e regulares.

Além disso, segundo o Financial Times, a moeda digital escolhida para o pagamento terá que ter uma relação com pelo menos uma divisa convencional e convertida diretamente num meio de pagamento standard. Os trabalhadores por conta própria não podem receber rendimentos em moedas digitais.

O Financial Times assinala que a decisão do fisco da Nova Zelândia mostra as dificuldades que os reguladores estão a ter para enquadrar as moedas digitais. A autoridade fiscal da Nova Zelândia define as criptomoedas como um ativo e alerta que não se trata de uma moeda corrente. Contudo, aceita taxar os salários pagos em moedas digitais pois muitas "têm características de uma moeda, como por exemplo serem divisíveis e difíceis de serem contrafeitas".

O jornal britânico destaca ainda que o pagamento de salários em moedas digitais acarreta um grande desafio, sobretudo devido à forte volatilidade das criptomoedas. A bitcoin estava segunda-feira a transacionar nos 11.350 dólares, bem abaixo do máximo histórico de 19 nil dólares em 2017.

Nova Zelândia Financial Times economia negócios e finanças finanças (geral)
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)