Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Pagamento fracionado das contribuições em seis meses para a Segurança Social não tem juros de mora

Em causa está o decreto-lei que integra o conjunto de diplomas aprovados pelo Governo no âmbito do combate ao coronavírus.
Lusa 27 de Março de 2020 às 12:56
Segurança Social
Segurança Social FOTO: CMTV
As empresas que optem pelo pagamento fracionado em seis vezes das contribuições para a Segurança Social não vão ter de pagar juros de mora, de acordo com um diploma agora publicado.

Em causa está o decreto-lei que integra o conjunto de diplomas aprovados pelo Governo no âmbito do combate ao surto de covid-19 e que prevê o adiamento de datas para pagamento e cumprimento de obrigações declarativas relacionadas com o IRC, bem como o diferimento e fracionamento das contribuições sociais, das entregas do IVA e das retenções na fonte do IRS e do IRC.

O Governo já tinha anunciado que iria tomar medidas para que as empresas possam fracionar em três ou seis meses o pagamento das contribuições sociais, do IVA e das retenções na fonte do IRS e IRC.

Segurança Social IRS IRC Governo IVA política constituição
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)