Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

Preços dos combustíveis caem cerca de 1 cêntimo na próxima semana

A partir da próxima segunda-feira, é expectável uma queda nos preços da gasolina e do gasóleo, depois de três semanas consecutivas a subir.
Jornal de Negócios 29 de Maio de 2020 às 16:51
combustiveis
combustiveis
Depois de três semanas consecutivas a subir, espera-se que os preços dos combustíveis voltem a cair a partir da próxima segunda-feira, no primeiro dia de junho. 

De acordo com os cálculos elaborados pelo Negócios, há margem para uma redução em torno de 1 cêntimo no caso da gasolina simples 95, que pode cair para os 1,313 euros por litro. Nas últimas três semanas, o valor deste ativo subiu 8 cêntimos, naquele que foi o ciclo de ganhos mais longo deste ano. 

No caso do gasóleo simples, o cenário a partir da próxima semana deverá ser semelhante. Os preços têm possibilidade de sofrer um ligeiro decréscimo de 0,5 cêntimos para os 1,158 euros por litro. Isto depois de, nas últimas três semanas, o gasóleo ter apreciado quase 4 cêntimos.

Desde o início deste ano, o preço da gasolina simples 95 desvalorizou 17%, enquanto que o do gasóleo perdeu 19%. Se reduzirmos o espaço temporal para o início de março, quando o impacto da atual pandemia se fez sentir com maior força nos derivados do petróleo, os preços de ambos os ativos perderam mais de 15 cêntimos, em termos absolutos, até hoje. 



No mercado petrolífero, os preços dos futuros do Brent - que serve de referência para Portugal -, e do norte-americano WTI (West Intermediate Texas), estão prestes a terminar a negociação de maio, com a maior subida mensal de sempre, após quatro meses consecutivos a perder valor. Contudo, os preços nesta sexta-feira negoceiam em queda. 

Esta variação no preço dos combustíveis, nos postos de abastecimento, espelha a variação da tonelada métrica de cada ativo no mercado europeu até ao final desta semana, aos quais os preços do gasóleo e da gasolina estão indexados. 

Posto isto, a tonelada métrica média da gasolina na última semana conheceu uma desvalorização de 3,45% para os 243,84 euros, enquanto que a do gasóleo caiu 1,71% para os 259,227 euros. 

Apesar de a evolução dos preços dos combustíveis ser calculada tendo por base a evolução destes dois derivados do petróleo (gasóleo e gasolina) e do euro, o custo dos combustíveis na bomba dependerá sempre de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.

Estes preços têm em conta as variações calculadas pelo Negócios face ao preço médio praticado em Portugal esta semana e anunciado pela Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG).

Os cálculos do Negócios têm por base contratos diferentes dos seguidos pelas petrolíferas (ainda que a evolução costume ser semelhante), sendo que os dados disponíveis para o Negócios só estão disponíveis até quinta-feira (faltando um dia de negociação).

economia (geral) energia economia negócios e finanças Portugal Negócios
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)