Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Reembolsos do IRS dão almofada de milhões de euros ao Estado

Mendonça Mendes garantiu que não vai esgotar o prazo.
Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 28 de Maio de 2020 às 01:30
IRS
Portal das finanças
IRS
Portal das finanças
IRS
Portal das finanças
O Estado está a atrasar os reembolsos do IRS aos contribuintes. Isso mesmo ficou patente na execução orçamental do mês de abril, ontem revelada, e que mostra um "falso equilíbrio" nas contas garantido pelas devoluções ainda não pagas.

Segundo números divulgados ontem pelas Finanças, o número de reembolsos de IRS já processados superou os 886 mil, num valor de 760 milhões de euros.

O Ministério de Mário Centeno adiantou que, das declarações já liquidadas, e que ascendem a 1 860 362, a maior parte (isto é, 1 120 305) deu origem a um reembolso no valor de mais de mil milhões de euros. A mesma informação diz que "as ordens de pagamento já em curso vão atingir 1,02 milhões de reembolsos (870 milhões de euros) até ao final da semana".

O ritmo é inferior ao observado há um ano, por comparação com os 1 187 716 reembolsos no valor total de 1,26 mil milhões de euros que foram pagos até 30 de abril de 2019. Recorde-se que o prazo final para pagamento é 31 de agosto, mas o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, garantiu no Parlamento que não vai usar esse prazo até ao fim.
Estado IRS Estado política economia negócios e finanças orçamento do estado e impostos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)