Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

Reforma de 6247 euros para ex-ministro das finanças de Sócrates

Fernando Teixeira dos Santos aposenta-se como professor associado da Faculdade de Economia da Universidade do Porto.
Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) e Raquel Oliveira 7 de Dezembro de 2019 às 01:30
Fernando Teixeira dos Santos, antigo ministro das Finanças
Fernando Teixeira dos Santos, ex-ministro das Finanças
Fernando Teixeira dos Santos, antigo ministro das Finanças
Fernando Teixeira dos Santos, ex-ministro das Finanças
Fernando Teixeira dos Santos, antigo ministro das Finanças
Fernando Teixeira dos Santos, ex-ministro das Finanças
O ex-ministro das Finanças de José Sócrates vai reformar-se a partir do próximo dia 1 de janeiro com uma pensão de 6247,06 euros. Fernando Teixeira dos Santos aposenta-se como professor associado da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, onde leciona desde 1991. Mas foi como ministro de José Sócrates, entre 2005 e 2011, que ficou conhecido.

O economista, de 68 anos, é igualmente presidente do Banco Euro BIC Portugal, cargo para o qual foi nomeado em 2016. De acordo com o relatório e contas daquela entidade, o ex-governante recebeu em 2018 cerca de 335 mil euros, 252 mil euros dos quais a título de remuneração fixa e 82 758 euros variável.

Para além de Teixeira dos Santos, fazem ainda parte da lista de novos aposentados da Caixa Geral de Aposentações, publicada esta sexta-feira em Diário da República, o professor catedrático da Universidade Católica Germano Marques Silva, com uma reforma de 4426,32 euros. Pediram também a reforma cinco procuradores-gerais adjuntos, todos com reformas superiores a 5500 euros, e um juiz conselheiro, com uma pensão de 6129 euros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)