Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Rio Maior acolhe estação de TGV

A região de Rio Maior deverá receber a futura estação dos comboios de alta velocidade. As alternativas à estação da Ota – abandonada na sequência da opção por Alcochete para a construção do novo aeroporto – começaram já a ser estudadas, apurou o Correio da Manhã junto de fonte do sector.
6 de Março de 2008 às 00:30
O traçado da rede de alta velocidade entre Lisboa e Leiria começou a ser revisto logo que o Governo mudou a localização do novo aeroporto para Alcochete, tornando desnecessária a estação na Ota. Recorde-se que o traçado inicial foi alterado de forma à alta velocidade servir o aeroporto da Ota.
Com esta alteração, tornou-se necessário encontrar outro local para a estação, surgindo neste momento Rio Maior como a melhor solução.
O projecto deverá ser discutido amanhã na reunião do Governo com os autarcas do Oeste no âmbito das compensações à região pela perda do aeroporto, uma promessa feita pelo primeiro-ministro, que admitiu que “a região da Ota pagou um preço ao longo dos últimos anos”.
Os autarcas do Oeste e os da Azambuja, Santarém e Cartaxo e representantes dos vários ministérios têm entretanto realizado reuniões semanais de forma definir um conjunto de investimentos para a região. Uma das propostas apresentadas ao Governo é precisamente a criação de acessos ao novo aeroporto no campo de Tiro de Alcochete.
Ver comentários