Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos

Água quente atrai tubarões

Animais marinhos de grande porte nadam mais próximo da costa à procura de alimento. Muitos caem nas redes e morrem
29 de Agosto de 2010 às 00:30
Água quente atrai tubarões
Água quente atrai tubarões FOTO: d.r.

Com água a rondar os 25 graus, os tubarões-martelo "andam aí". Mas "é normal" junto à costa algarvia, dizem os especialistas. O que não é normal é serem tantos e nadarem tão próximo da costa. A juntar ao fenómeno, várias tartarugas, golfinhos e baleias apareceram mortos em praias do Algarve e do Alentejo.

Uma das justificações, apesar de não existirem dados concretos, "será a elevada temperatura da água do mar, que faz com que vários animais marinhos de grande porte se aproximem da costa à procura de alimento, principalmente pequenas espécies de peixe", explicou ao CM Élio Vicente, biólogo e investigador do Zoomarine.

Um dos tubarões, com 2,5 metros, ao que tudo indica à ‘caça’ de cavalas e sardinhas, ficou preso nas redes e foi capturado na quinta--feira perto da praia da Salema. Um outro veio nas redes de um pescador e foi devolvido ao mar. Um terceiro conseguiu escapar, furando as redes. No caso das tartarugas, "em apenas cinco semanas foram encontradas mortas 35 exemplares, quando a média anual é entre 6 e 8", contabilizou Élio Vicente.

Os especialistas confirmam que "este é um ano de águas quentes acima da média, entre os 24 e 25 graus". É uma razão de satisfação para os banhistas que estão ou estiveram de férias no Algarve (ver peça secundária) e um reflexo do aumento generalizado das temperaturas do mar em todo o Planeta – entre meio grau e um grau e meio nos últimos trinta anos. Também não é alheio o aumento da temperatura do ar em Julho e Agosto.

No caso do aumento dos casos de avistamentos de tubarões-martelo, o biólogo João Correia, do Instituto Politécnico de Leiria, explica que a espécie "sempre andou junto à nossa costa, mas não é perigosa".

Além dos pescadores, também alguns operadores turísticos têm confirmado o avistamento de um maior número de espécies de tubarão. Só na última semana, os guias e turistas que efectuam passeios de barco na zona de Sagres, para observação de golfinhos, avistaram sete tubarões-martelo. Segundo Juliana Barroso, bióloga e guia da empresa Beach Hut Water Sports, que opera ao largo de Sagres, "sempre existiram tubarões na zona, mas o facto de a temperatura da água ser anormal pode estar a puxá-los para mais perto da costa".

TURISTAS CONFIRMAM "ÁGUA MAIS QUENTINHA"

As elevadas temperaturas da água do mar nas praias algarvias são um motivo de satisfação para os milhares de turistas que rumaram ao Sul para passar férias. Sem pensarem nos tubarões, Joana Gomes e Gonçalo Carvalho, residentes em Lisboa, confirmam que "a água do mar está mais quentinha do que nos outros anos". O casal frequenta a praia de Faro há vários anos, mas desta vez os mergulhos foram com mais frequência, devido à temperatura da água. Quanto ao avistamento de tubarões-martelo junto à costa algarvia, Joana e Gonçalo mostram--se "despreocupados".

Verónica e Clarimundo Vigário, residentes no Montenegro, Faro, também não se lembram de encontrar a água tão quente como este ano. "Há vários anos que não se encontrava a água assim tão boa." Sobre os tubarões, não acreditam que se aproximem da praia com tanta gente. A temperatura da água do mar deverá manter-se nos próximos dias a rondar os 23 graus.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)