Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
3

Conheça as razões do divórcio de Mariza

Oito anos depois de se ter apaixonado por António Ferreira, a fadista sofre com o fim da relação.
Rita Montenegro 22 de Abril de 2017 às 01:30
Mariza e António Ferreira
Mariza
Mariza
Mariza
Mariza
Mariza
Mariza e António Ferreira
Mariza
Mariza
Mariza
Mariza
Mariza
Mariza e António Ferreira
Mariza
Mariza
Mariza
Mariza
Mariza
A crise já afetava há muito o casamento de Mariza, mas esta teimava em não desistir. No entanto, a fadista, de 43 anos, acabou por ceder e está agora separada de António Ferreira, de 44. Estilos de vida distintos, as várias acusações de fraude que pendem sobre o empresário e carreiras incompatíveis ditaram o fim da relação, da qual nasceu Martim, hoje com seis anos. Mas não tem sido fácil para a cantora, que se mostra arrasada com a rutura.

"A Mariza sente-se derrotada. Ela continua a amar o António mas chegou à conclusão de que este casamento estava a destruí-la. Foi difícil perceber isso, mas a verdade é que a decisão tinha de ser tomada, independentemente do amor que ela possa sentir", diz à ‘Vidas’ fonte ligada ao ainda casal.

Com uma carreira exigente, que a obriga a viajar pelo Mundo, Mariza não estava a conseguir conciliar o lado profissional com o pessoal. Tal como António Ferreira. "Na prática, é como se não vivessem juntos e um casamento faz-se de uma partilha, sobretudo quando há um filho pelo meio. A Mariza viaja imenso, por causa dos seus concertos, o António tem os seus negócios e encontravam-se quando as suas agendas o permitiam", adianta a mesma fonte. E isso foi admitido pela própria Mariza quando, no ano passado, fez saber: "Os casamentos são feitos de pequenas coisas. É como uma flor que se rega todos os dias. E nós temos sabido manter isso, apesar das nossas viagens. Vamos tentando namorar, ser eternos namorados. Essa é a parte mais bonita do casamento."

Porém, a distância acabou por fazer estragos, tal como as polémicas em torno dos negócios de António Ferreira. Ao longo dos oito anos de relação, Mariza viu o empresário ser acusado de desviar dinheiro, de agressão e chegou a constar da lista dos indivíduos procurados pela Interpol. "Ainda que tenha defendido publicamente o marido, estas coisas deixaram marcas na Mariza que agora se estão a refletir", alega a fonte. Estas polémicas levaram, apurou a ‘Vidas’, os amigos mais próximos da fadista a não verem com bons olhos esta relação. "A certa altura, eles perceberam que havia muitas coisas contra o António, boatos que não sabiam se correspondiam à verdade, alegadas associações a negócios ilícitos, e não queriam ver a Mariza arrastada por essas polémicas", diz uma outra fonte, acrescentando que, com o passar do tempo, a opinião dos amigos "acabou por ter a sua influência" quando a artista decidiu avançar com a rutura.

Mas se apenas um núcleo muito restrito de pessoas soube da separação, grande parte dos amigos e conhecidos de Mariza foram apanhados de surpresa com o fim do seu casamento. "A Mariza nunca foi de falar muito da sua vida pessoal e jamais assumiria a separação, sobretudo se pode haver uma reviravolta", conta à ‘Vidas’ uma outra fonte, recordando que "também é tudo muito recente". E a verdade é que, ainda no passado mês de janeiro, Mariza dava a entender que o seu casamento corria às mil maravilhas, quando dedicou uma música a António Ferreira na gala de aniversário do Sporting de Braga, que decorreu no Theatro Circo, e onde a fadista foi convidada a atuar. "Está tudo muito no início, os sentimentos estão à flor da pele e eles acham que ainda é muito prematuro para avançar com seja o que for", alega a mesma fonte.

Separados, a fadista e o empresário ainda não deram entrada com o processo de divórcio, até porque, diz um amigo, uma reconciliação não está totalmente posta de parte. "Eles têm um filho e pelo Martim não querem ceder facilmente. A Mariza e o António parecem dispostos a dar uma segunda oportunidade ao casamento. Para já, é uma separação", afirma o mesmo amigo.

Dois anos depois de se terem apaixonado, Mariza e António Ferreira decidiram casar-se. A cerimónia realizou-se a 20 de dezembro de 2011, num regime de separação total de bens. Quer isto dizer que, num processo de divórcio, não há património a ser dividido. "Antes de se casarem, eles assinaram um acordo a definir o regime de casamento, ou seja, fizeram um contrato pré-nupcial, em que optaram que cada um ficava com o que era seu, antes e depois do casamento. Legalmente, a única coisa que eles têm de definir é a custódia do filho, mas até isso parece estar estabelecido. O Martim sempre viveu com a Mariza e, quando ela não está ou não o leva nas viagens, é a mãe dela que toma conta do neto", explica um amigo da fadista, acreditando que, num cenário de rutura, esta não impedirá o filho de estar com o pai sempre que este desejar.

Oito anos depois, Mariza vê a sua vida desabar, tal como aconteceu em 2009, quando foi colocado um ponto final na sua relação de uma década com João Pedro Ruela, na altura seu empresário e músico da banda da fadista. "Mais uma vez, ela sente que fracassou. Mas a Mariza é uma mulher forte e vai dar a volta por cima", frisa uma amiga.
António Ferreira Mariza Vidas empresário Martim Mundo Interpol Sporting Braga Theatro Circo músico famosos
Ver comentários