Barra Cofina

Correio da Manhã

Famosos
2

O lado negro da fama: Confissões de vítimas de abusos sexuais

Duffy, conhecida pela canção ‘Mercy’, assumiu que foi “violada, drogada e sequestrada” durante dias.
Rui Pedro Vieira 3 de Março de 2020 às 01:30
Duffy, a cantora que se popularizou com 'Mercy' e desapareceu. Foi violada e mantida em cativeiro
Oprah Winfrey
Pamela Anderson
35 milhões. Lady gaga teve ganhos que a colocam em 32.º lugar.
Duffy, a cantora que se popularizou com 'Mercy' e desapareceu. Foi violada e mantida em cativeiro
Oprah Winfrey
Pamela Anderson
35 milhões. Lady gaga teve ganhos que a colocam em 32.º lugar.
Duffy, a cantora que se popularizou com 'Mercy' e desapareceu. Foi violada e mantida em cativeiro
Oprah Winfrey
Pamela Anderson
35 milhões. Lady gaga teve ganhos que a colocam em 32.º lugar.
Muitos tinham sentido a sua ausência na ribalta, mas ninguém estava à espera do que a cantora Duffy tinha para revelar: "Vocês perguntaram-se o que é que me aconteceu, para onde é que desapareci e porquê.

A verdade é que, e por favor acreditem em mim porque agora estou bem, fui violada, drogada e sequestrada durante vários dias", escreveu, no Twitter, a artista galesa de 35 anos.

Celebrizada por ‘Mercy’, primeiro tema do álbum ‘Rockferry’, que vendeu 1,7 milhões de cópias em 2008, Duffy foi o caso mais recente de uma celebridade vítima de violação.

A estrela promete dar mais explicações em breve mas, nas redes sociais, aproveitou para dizer que "a recuperação demorou o seu tempo". Sem querer entrar em pormenores sobre quando se deu o crime, Duffy tentou justificar por que razão esteve, praticamente, dez anos em silêncio: "Não queria mostrar ao Mundo a tristeza nos meus olhos. Perguntei a mim mesma: como poderei cantar com o coração, se ele está partido?"

Antes de Duffy, outras cantoras e atrizes assumiram que, no passado, foram vítimas de violação. É o caso de Lady Gaga, que disse, em entrevista, ter sido abusada sexualmente aos 19 anos por um diretor musical 20 anos mais velho. A artista confessou que ficou abalada e que foi a música que a salvou.

Também Madonna deu conta do trauma por que passou, na década de 1970, assim que decidiu mudar-se para Nova Iorque. Numa entrevista à revista ‘Harper’s Bazaar’, a rainha da pop revelou: "Apontaram-me uma arma. Fui violada no telhado de um edifício e arrastada com uma faca às costas e destruíram-me o apartamento três vezes. Não sei porquê."

Ainda na música, a cantora Tori Amos nunca escondeu que, quando tinha 20 anos, deu boleia de carro a um fã depois de atuar num bar. A norte-americana, hoje com 56 anos, foi então violada sob a ameaça de uma arma. Mais tarde, já famosa, a artista falou sobre o abuso na canção ‘Me and a Gun’.

Saiba mais
421
Vítimas de violação Em Portugal houve 421 queixas por violação no ano de 2018, segundo o último Relatório Anual de Segurança Interna. Deste valor, 378 vítimas são mulheres e 43 são homens.

Violadores são próximos
Em 2018, em 17,1% dos casos os violadores são familiares das vítimas e em 39% das vezes são pessoas conhecidas. Já em 30,8% das vezes têm funções de "assistência e formação".

França com mais casos
No conjunto dos países da União Europeia, França é o que apresenta mais casos de violação, com 17 112 vítimas. Segue-se a Alemanha, com 8469 casos e a Suécia, com 7369.

Estrelas de cinema que viveram terror
Atrizes como Jane Fonda, Ashley Judd, Mira Sorvino ou Rosanna Arquette já falaram sobre o facto de terem sido violadas no passado.

Violadas por Harvey Weinstein dão a cara
Considerado culpado por vários crimes de abuso sexual, o produtor Harvey Weinstein violou as atrizes Rose McGowan e Annabella Sciorra.

Oprah Winfrey
Viveu uma infância difícil de agressões e abusos. A apresentadora de 66 anos foi violada entre os 10 e os 14, idade em que engravidou.

Depois de dar à luz, a criança morreu passado duas semanas. Oprah fala abertamente sobre o trauma.

Lady Gaga
Tem hoje 33 anos mas, aos 19, foi violada por um diretor musical 20 anos mais velho.

A estrela de ‘Poker Face’ relatou o caso anos mais tarde, diz que ficou abalada durante muito tempo e que foi a música que a ajudou a superar a dor e também o trauma.

Madonna
Relatou que, quando se mudou para Nova Iorque, teve de enfrentar várias situações de choque.

Foi várias vezes assaltada com recurso a arma de fogo e, sob ameaça de faca, a artista foi violada no telhado de um prédio, nos anos de 1970.

Tori Amos
Compôs e cantou uma canção, ‘Me and a Gun’ (1991), em que fala claramente sobre a violação que sofreu aos 20 anos. Depois de um concerto num bar, aceitou dar boleia a um fã que, sob ameaça de uma arma de fogo, a violou.

Pamela Anderson
Foi vítima de vários crimes sexuais: aos seis anos foi molestada por uma ama e, aos 12, violada pelo irmão mais velho do namorado de uma amiga. Depois, ainda adolescente, foi forçada a participar numa orgia com seis rapazes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)