Barra Cofina

Correio da Manhã

Famosos
6

Sara Sampaio obrigada a posar nua

Modelo portuguesa conta que revista publicou fotos explícitas sem o seu consentimento. "Senti-me violada", afirma.
Pedro Zagacho Gonçalves 20 de Outubro de 2017 às 17:18
Sara Sampaio
Sara Sampaio com o namorado, Oliver Ripley
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio é um dos 'anjos' da Victoria's Secret
Sara Sampaio desfilou pela Balmain
Sara Sampaio e o noivo, Oliver Ripley
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio muito sensual com um look transparente
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio com o namorado, Oliver Ripley
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio é um dos 'anjos' da Victoria's Secret
Sara Sampaio desfilou pela Balmain
Sara Sampaio e o noivo, Oliver Ripley
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio muito sensual com um look transparente
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio com o namorado, Oliver Ripley
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio é um dos 'anjos' da Victoria's Secret
Sara Sampaio desfilou pela Balmain
Sara Sampaio e o noivo, Oliver Ripley
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio muito sensual com um look transparente
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio
Sara Sampaio

O assédio sexual a mulher nas áreas do cinema, teatro, música e moda está na ordem do dia, depois de várias dezenas de mulheres terem acusado o produtor Harvey Weinstein de assédio sexual e até de violação. As histórias repetem-se pelas redes sociais e muitas figuras públicas quebraram o silêncio sobre situações de assédio sexual. Foi o caso de Sara Sampaio.

A modelo portuguesa, ‘anjo’ da Victoria’s Secrtet, chocou os fãs ao revelar que foi obrigada a posar nua para a revista francesa Lui, mesmo após se ter recusado a expor o corpo nu.

"Sinto-me obrigada a partilhar uma experiência recente que tive com a revista masculina francesa Lui. Quero que cada modelo e cada mulher saiba que tem o direito em fazer as suas próprias escolhas quanto ao corpo e à imagem", começa por defender a jovem.

Sara descreve depois que concordou em posar para a capa da revista, com a condição de não haver nudez, tendo sido esse o contrato que assinou, mas não foi isso que aconteceu. "Mesmo com a cláusula de ‘não-nudez’ no meu contrato com a Lui, eu fui pressionada para fazer fotos nua. Perguntaram-me porque é que não queria mostrar os meus mamilos ou posar completamente nua. Ao logo de todo o dia, tive que me defender constantemente e reiterar os meus limites, e tive o cuidado de me tapar o melhor que conseguia", revela a modelo, natural do Porto.

Ao verificar as fotografias tiradas, a modelo conta que viu algumas em que se viam as partes do corpo que Sara não queria mostrar, mas o ‘staff’ da revista assegurou-lhe que não seriam publicadas. Foram precisamente essas fotos que figuraram na edição da revista.

"Mentiram-me e publicaram na capa uma foto minha com nudez, uma clara violação do nosso acordo", lamenta Sara Sampaio. Mas esta não foi a primeira vez que algo assim se passou.

"Senti-me violada, vítima de bullying e humilhada"

Sara Sampaio revela depois que "em muitas ocasiões" foi pressionada e até obrigada a estar nua poque o fez no passado. "Fui vítima de bullying. Até me mostraram imagens minha nua, como forma de coação, para me humilhar e para que eu aceitasse posar nua. Quando dizia que não, era criticada e julgada ‘por ser difícil’. (...) Só porque consenti no passado fazer nus, não quer dizer que dê permissão a qualquer pessoa a assumir que o faço em qualquer circunstância", defende a jovem portuguesa, adiantando que quando escolhe posar nua espera "ser tratada com o maior respeito e profissionalismo".

Sara Sampaio garante que já está a trabalhar com a agência que a representa numa ação legal contra a revista. "Senti-me violada, maltratada e desrespeitada, como profissional e como mulher. Faço isto para prevenir que não me aconteça outra vez, a mim e aos outros".

A modelo conclui com uma mensagem de união e de força para todas as vítimas de abusos. "Como modelos e como mulheres, temos que nos erguer unidas e exigir o respeito que merecemos. Nós temos o direito a fazer as escolhas individuais sobre os nosso corpos, a nossa imagem, as nossas vidas", termina Sara Sampaio.

Sara Sara Sampaio Harvey Weinstein Victoria Secrtet Lui Porto política questões sociais nudez abuso sexual
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)