Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos

Ex-acompanhante de luxo revela como identificar traições durante confinamento

Samantha X defende que, mesmo com a situação atual da pandemia de Covid-19, "os homens encontram sempre uma forma".
2 de Junho de 2020 às 11:32
Amanda Goff, conhecida como Samantha X, trabalhou como acompanhante de luxo
Amanda Goff, conhecida como Samantha X, trabalhou como acompanhante de luxo
Amanda Goff, conhecida como Samantha X, trabalhou como acompanhante de luxo
Amanda Goff, conhecida como Samantha X, trabalhou como acompanhante de luxo
Amanda Goff, conhecida como Samantha X, trabalhou como acompanhante de luxo
Amanda Goff, conhecida como Samantha X, trabalhou como acompanhante de luxo
Amanda Goff, conhecida como Samantha X, trabalhou como acompanhante de luxo
Amanda Goff, conhecida como Samantha X, trabalhou como acompanhante de luxo
Amanda Goff, conhecida como Samantha X, trabalhou como acompanhante de luxo

Uma ex-acompanhante de luxo australiana revelou alguns sinais que podem indicar que as mulheres estão a ser traídas pelos companheiros no âmbito da atual pandemia de Covid-19. Amanda Goff, conhecida como Samantha X, explicou em entrevista radiofónica que, mesmo com o confinamento imposto em muitos países, "os homens encontram sempre uma forma de ‘pular a cerca’".

Respondendo às dúvidas de uma ouvinte, que suspeitava que o marido a estaria a trair, Amanda explicou alguns sinais que podem indicar esta situação.

"Por exemplo, recomendo que, se têm dúvidas, lhe passem a mão pelo cabelo quando ele chega a casa. Se tiver o cabelo húmido é porque tomou banho noutro local e pode ter estado com outra mulher", aconselha a ex-acompanhante de luxo.

No período de confinamento, como os casais têm mais tempo para pôs a conversa em dia e passam mais tempo juntos, Amanda considera que se deve aproveitar estes momentos para ouvir com atenção e chegar a algumas pistas. "Puxem a conversa de uma amiga ou amigo vosso que traiu o companheiro. Se ele se manifestar muito contra, ficar irritado e começar a fazer juízos morais, eu acho que é um bom sinal de que o estão a fazer", defende a australiana.

Finalmente, Amanda aconselha que se preste atenção aos gadgets que guardam dados biométricos e de atividade física. "Telemóveis, relógios e pulseiras eletrónicas guardam alguns dados sobre a atividade física do utilizador e podem revelar atividade sexual, caso verifique que o seu companheiro tem picos de atividade física durante a noite ou quando não estava a fazer desporto", conclui Amanda.

Covid-19 Amanda Goff Samantha X questões sociais sexo sexualidade traição relacionamento quarentena
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)