Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
7

Direito de Resposta de Paulo Lalanda e Castro

A propósito da notícia “Portimonense na mira do fisco” publicada a 9 de março.
21 de Março de 2021 às 00:30
Na edição de 9.03.2021, o jornal "Correio da Manhã" publicou uma notícia que se refere a Paulo de Lalanda e Castro, também publicada na edição online, assinada por Tânia Laranjo, com o título "Portimonense na mira do fisco", aparecendo em destaque uma fotografia de Paulo Castro.

2. A notícia em causa refere-se a um processo judicial em investigação, sem arguidos constituídos, onde alegadamente serão investigados negócios de compra de jogadores do FC Porto, dizendo que no centro da investigação estará "a empresa do ex-patrão de José Sócrates, a Pearl Design Holding", alegadamente suspeita de branqueamento de capitais.

3. No que diz respeito à compra dos direitos relativos ao jogador Walter da Silva, tal negócio existiu e é perfeitamente legal, tendo aliás sido objecto de uma auditoria por parte da Autoridade Tributária, que concluiu não haver qualquer tipo de irregularidade ou ilegalidade a apontar.

4. No entanto, a empresa Pearl Design Holding não é, nem nunca foi, de Paulo Castro, o que é um equívoco da jornalista que importa corrigir.

5. A Pearl Design Holding, Ltd. cedeu a uma empresa de Paulo Castro, num contrato específico, a sua posição contratual, traduzida em 25% do valor do passe do jogador Walter da Silva; de resto, Paulo Castro desconhece em absoluto quaisquer outros negócios em que a Pearl Design possa estar ou ter estado envolvida, com o FC Porto ou com qualquer outra entidade.

Ricardo Sá Fernandes
Advogado
Ver comentários