Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM

Direito de resposta dos Serviços Prisionais

Direito de Resposta relativo ao artigo "Carro do diretor mete droga dentro da cadeia" de Miguel Curado e João Carlos Rodrigues.
6 de Agosto de 2021 às 21:45
“Num texto assinado por Miguel Curado e por João Carlos Rodrigues e com o título ‘Carro do diretor mete droga dentro da cadeia’, publicou uma notícia na qual, a dado passo, é referido que “Um grupo de reclusos, funcionários civis e familiares dos presos usou durante meses o carro do diretor da cadeia de Leiria para introduzir droga e telemóveis na prisão”, referindo os autores mais à frente que “Outro recluso... tinha como função retirar a droga e telemóveis escondidos na forra do guarda lamas do carro oficial do diretor da cadeia”.

Acontece que a história que estes dois trabalhadores desse jornal decidiram contar, dando como certa uma ação criminosa que teria decorrido durante meses seguidos e que utilizava uma viatura oficial como esconderijo, não teve efetivamente lugar. A realidade dos factos diz-nos que não há registo de ocorrência interna que a confirme e, da parte da Polícia Judiciária, o órgão de polícia criminal a quem a investigação está a cargo, não existe qualquer confirmação, como bem se alcança do comunicado que, a 3 de agosto de 2021 publicou na sua página institucional (...) e que se anexa.

A Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais lastima que, mais uma vez, os trabalhadores desse jornal, Senhores Miguel Curado e João Rodrigues, não tomem em consideração as respostas que, em curto tempo, lhes são remetidas por esta Direção Geral (fomos questionados e respondemos a perguntas sobre este assunto), desconsiderem nota publicada na página oficial do órgão de polícia criminal responsável pela investigação e escrevam o que bem lhes aprovem e, não destoando dos seus procedimentos habituais, sempre em prejuízo desta Direção Geral. Face a este quadro, muito se agradece que a verdade seja reposta ao abrigo da legislação.”

Rómulo Mateus
D
iretor-geral
Ver comentários