Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
5

Direito de Resposta do médico António Pedro Machado

Em causa a notícia publicada sob o título “Médico promove remédio anticovid e ganha 224 mil euros”.
21 de Fevereiro de 2022 às 01:30
"A notícia "MÉDICO PROMOVE REMÉDIO ANTICOVID E GANHA 224 MIL EUROS" contém incorreções factuais e flagrantes omissões (facilmente comprováveis), que induzem os leitores de V. Exas. em erro.

Em primeiro lugar, é falso que tenha recebido quaisquer honorários do Laboratório Menarini para promover ivermectina em Portugal.

Em segundo lugar, e como poderiam ter comprovado, se o quisessem fazer, a Menarini não comercializa nem nunca comercializou a ivermecticina em Portugal, facto que, por si só, retira qualquer fundamento ao alegado (mas inexistente) conflito de interesses noticiado.

Nunca, em momento algum das reuniões organizadas pelo laboratório Menarini ou outro qualquer, nas sessões científicas do Congresso Update em Medicina, ou em outras reuniões científicas, foram feitas por mim, ou por terceira pessoa, quaisquer referências à Ivermectina.

Com base nesses erros e omissões, alarma a opinião pública com um conjunto de insinuações sem fundamento, ou sequer lógica, altamente lesivas da minha honra, reputação e atividade profissional, causando-lhes prejuízos irreparáveis.

Tudo será discutido e clarificado, mas no rigor e no recato das Instituições que, num Estado de Direito, servem para a defesa da honra e da dignidade dos cidadãos e que fiscalizam a vossa atividade, porque não pode valer tudo.

António Pedro Nunes de Sousa Machado"
Ver comentários
}