Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
5

Direito de resposta de Pedro Duarte Neves sobre a opinião: "A história dos ficheiros secretos do Banco Espírito Santo"

Esclarecimento sobre opinião publicada nas edições do Correio da Manhã de 24 de fevereiro e de 2 de março.
3 de Março de 2020 às 21:27
1. Nas edições do Correio da Manhã de 24 de fevereiro e de 2 de março, em coluna intitulada "A história dos ficheiros secretos do Banco Espírito Santo", o colunista Miguel Ganhão atribui-me a autoria de um conjunto de notas pessoais, divulgadas visualmente na edição de 2 de Março, feitas à margem dum documento entregue no dia 1 de Agosto de 2013 ao Banco de Portugal.

2. Embora seja meu o despacho de encaminhamento, na qualidade que então tinha de Vice-Governador do Banco de Portugal, nenhuma das notas pessoais divulgadas foi, em momento algum, redigida por mim, ou, que seja do meu conhecimento, por qualquer responsável do Departamento de Supervisão Prudencial.

3. Isto poderia ter sido facilmente confirmado se o colunista tivesse entrado previamente em contacto comigo.

Pedro Duarte Neves
Banco Espírito Santo Miguel Ganhão Correio da Manhã Banco de Portugal política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)