Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
6

Heróis CM: Mulher salva de morte no Tejo

Carro resvalou para o rio com mulher presa no interior.
Sérgio A. Vitorino 19 de Março de 2020 às 01:30
Heróis CM: Mulher salva de morte no Tejo
Heróis CM: Mulher salva de morte no Tejo
Heróis CM: Mulher salva de morte no Tejo
Heróis CM: Mulher salva de morte no Tejo
Heróis CM: Mulher salva de morte no Tejo
Heróis CM: Mulher salva de morte no Tejo
Heróis CM: Mulher salva de morte no Tejo
Heróis CM: Mulher salva de morte no Tejo
Heróis CM: Mulher salva de morte no Tejo

Um esquecimento do condutor - não travou o carro - fez a viatura resvalar e cair ao rio Tejo, junto à Torre de Belém. No interior seguia uma mulher, presa pelo cinto de segurança. Aflita, esbracejou por socorro. Na margem, primeiro um e depois três populares, anónimos, vestidos e calçados, não hesitaram: atiraram-se às águas do rio para resgatar a vítima do interior da viatura.

A mulher foi trazida pelos populares para a margem e assistida pelos meios de socorro que chegaram 10 minutos depois, transportando-a ao hospital. "A senhora não se teria salvo sem a ação dos populares", garantiu uma das testemunhas.

As imagens do socorro foram mostradas no CM e levaram a milhares de mensagens de louvor aos populares que mostraram a sua bravura para salvar uma desconhecida.

Este grupo de pessoas está nomeado para os Heróis CM 2020, nona edição dos prémios que homenageiam polícias, bombeiros, militares e cidadãos anónimos que, corajosos e determinados, mostraram o melhor da essência humana e arriscaram a sua vida para salvar a de outros.

Noel Ferreira entregou vida ao salvamento
Noel Ferreira, de 35 anos, morreu em setembro de 2019 a pilotar um héli de combate a fogos que caiu em Valongo. Desde jovem que entregou a vida a ajudar outros: das funções de socorrista dos Bombeiros de Cete (corporação de que era líder à data da morte) até às de comandante de helicópteros de busca e salvamento da Força Aérea. Pela vida dedicada ao lema: ‘para que outros vivam’, o CM recorda-o como Herói.

OUTROS CASOS
PSP salvam de fogo
Quatro agentes da PSP salvaram várias pessoas - oito delas, e os polícias, sofreram ferimentos - num incêndio num prédio na Quinta do Loureiro, Lisboa, em janeiro deste ano.

GNR salva quarta vida
Ricardo Rosa, GNR, pôs-se em risco para salvar um jovem de 18 anos que ia saltar de uma ponte em Salvaterra de Magos, em junho de 2019. Foi a quarta vida salva por este militar herói.

PSP salva mulher de cão
Um agente da PSP da Cruz de Pau, Seixal, ficou ferido ao salvar uma mulher do ataque de um cão pitbull, em dezembro. Mordido numa perna, conseguiu afastar o animal.

FAP resgata no limite
Um héli da esquadra 751 da Força Aérea resgatou dois velejadores que naufragaram a 389 km dos Açores, em dezembro passado. Estavam na água agarrados ao casco virado.

GNR ficam feridos
Dois militares da GNR ficaram feridos ao salvar uma idosa, em fevereiro, em Vieira de Leiria. A habitação da mulher estava a arder e os militares retiraram-na, ficando feridos.

Cai a falésia de 100 metros
Um mariscador foi salvo do fundo de uma arriba de 100 metros pelos bombeiros de Vila do Bispo, num resgate, em Sagres, de grande complexidade e com vários intervenientes.

Salva-vidas em ação
Um surfista que ficou em dificuldades e um nadador-salvador que o tentou socorrer tiveram de ser salvos pela Estação Salva-Vidas da Ericeira, em agosto do ano passado.

Fuzileiros tiram do rio
Os fuzileiros João Cardoso e Helder Marques salvaram, no Mondego, um estudante que se estava a afogar, em maio do ano passado. Arriscaram a vida.

GNR salvam em poço
Os guardas Pais e Circuncisão, da GNR de Benavente, salvaram em fevereiro um idoso e o seu cão, que caíram a um poço de uma exploração.

Escolha cabe aos leitores
Colocar a vida em risco para salvar a de outros. É esta a filosofia dos Heróis CM. Ao longo do ano, são muitos os atos heroicos de cidadãos anónimos e de elementos das forças de segurança e proteção. Dos casos relatados nas páginas do Correio da Manhã serão escolhidos dez - cinco de cada categoria, Heróis com Farda e Heróis Civis. Caberá depois aos leitores escolher o herói dos heróis. O processo de escolha será feito através de telefone ou de cupão disponibilizado pelo CM.

Noel Ferreira Tejo Heróis Civis Torre de Belém questões sociais
Ver comentários