Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
4

Frulact: Fábricas em quatro países

Frulact produz por ano 60 mil toneladas de preparado alimentar.
Maria João Vieira de Matos 21 de Fevereiro de 2016 às 12:24
Trailer do filme "A Senhora da Forguneta"
A Frulact é a 5ª maior empresa do Mundo de preparados para a indústria alimentar. Fundada em 1987, a multinacional portuguesa está presente em 28 países e 4 continentes. A partir das 3 fábricas em Portugal e 4 no resto do Mundo, a Frulact produz, por ano, mais de 60 mil toneladas de preparado alimentar à base de fruta, legumes e cereais. As fábricas internacionais localizam-se em França, Marrocos e África do Sul. Um dos objetivos estratégicos da empresa é garantir a proximidade das fontes de abastecimento e das fábricas dos clientes. Uma visão estratégica que assenta na conquista das grandes empresas em cada país. Por exemplo, na Argélia e na África do Sul, a Frulact fornece as principais marcas locais. A notoriedade de trabalhar com os melhores ajuda a conquistar as grandes marcas multinacionais como, por exemplo, a Danone.

Mais de 70% da produção destina-se a produtos lácteos, como iogurtes e gelados, e a restante fatia inclui preparados para a pastelaria industrial e bebidas. Ao longo dos anos, a ambição da Frulact obrigou a uma atitude proativa. Hoje mais de 60% dos produtos lançados pelos clientes resultam da proatividade da Frulact. As equipas dos clientes deslocam-se às instalações da Frulact e provam as propostas elaboradas pelo centro de investigação e desenvolvimento, o Frutech. A ideia é trabalhar em parceria e adaptar os produtos ao gosto do consumidor local. Por exemplo, enquanto os países árabes, os indianos e os sul-africanos gostam dos produtos muito aromatizados e bem doces, o cliente europeu prefere o iogurte mais natural e com menos quantidade de aditivos.

O fruto mais consensual em todo o Mundo é o morango e também é o preparado mais exportado da Frulact. Em 2015, a empresa atingiu vendas de mais de 100 milhões de euros e exporta 95% do que produz.

Discurso Directo: "Proteínas à base de insetos", João Miranda Presidente

CM - É importante diversificar a produção?
João Miranda – Sim, o objetivo é produzir preparados com diferentes aplicações. Por exemplo, queremos aumentar a produção de preparados salgados para gelados, queijos e manteigas de barrar.

– E o setor das bebidas?
– Também, estamos a trabalhar com produtos diferenciados, como partículas de chia em suspensão, bebidas detox à base de vinagre e fruta e proteínas vegetais como a clorela.

– Qual é o próximo lançamento?
– Preparados à base de proteínas de insetos, ou seja, introduzir farinha de gafanhoto ou de grilo. Pode parecer estranho na nossa cultura ocidental, mas não será noutras geografias. Estou certo de que é uma tendência que vai surgir e vencer porque fornece uma elevada quantidade de proteína a um preço muito baixo, pode ajudar a matar a fome que há no Mundo.

Próximos Passos: reforçar vendas na América
Em 2016, a Frulact prevê abrir uma nova fábrica no Canadá. O objetivo é reforçar as vendas nos mercados da América do Norte e aumentar a produção anual em mais de 20 mil toneladas. O potencial de crescimento advém das políticas dos governos dos EUA e Canadá no combate à obesidade e apoio à alimentação saudável e do baixo consumo per capita de iogurte. Enquanto na Europa o consumo é cerca de 25 kg, nos EUA é apenas 6,5 kg. A Frulact vai exportar para os EUA a partir da plataforma industrial no Canadá.

BI
Nome e Fundação:
Frulact, 1987
Produto: 
Preparados para a indústria alimentar
Localização:
Sede na Maia
Centros produtivos:
Maia, Tortosendo e Ferro 
Vendas (2015):
 103 milhões €
N.º de trabalhadores:
534
Exportação: 
95% vendas
Principais mercados: 
França, Espanha e Marrocos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)