Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
9

Grupo Lusiaves exporta para 21 países

Sistema de incubação da lusiaves é dos mais avançados da Europa.
Maria João Vieira de Matos 12 de Março de 2017 às 12:09
O grupo Lusiaves lidera o setor avícola nacional
O grupo Lusiaves lidera o setor avícola nacional
O grupo Lusiaves lidera o setor avícola nacional
O grupo Lusiaves lidera o setor avícola nacional
O grupo Lusiaves lidera o setor avícola nacional
O grupo Lusiaves lidera o setor avícola nacional
O grupo Lusiaves lidera o setor avícola nacional
O grupo Lusiaves lidera o setor avícola nacional
O grupo Lusiaves lidera o setor avícola nacional
O grupo Lusiaves lidera o setor avícola nacional. A estratégia vertical explica o sucesso do grupo. A Lusiaves controla toda a cadeia de valor do negócio, desde a produção de alimentos para animais até à comercialização de frango e peru. O processo produtivo inclui a produção de rações, os centros de incubação de ovos, os pavilhões onde crescem os pintos e o processamento e embalamento da carne. No mercado nacional, a produção e distribuição são realizadas através de 41 unidades de norte a sul do País.

A extensa cobertura geográfica garante a frescura dos produtos e a rapidez do serviço para toda a grande distribuição em Portugal. Após a conquista da liderança nacional, a prioridade do grupo é exportar. Atualmente, a empresa vende produtos frescos para a Europa e produtos congelados para os mercados africanos, asiáticos e americanos.

O grupo desenvolveu produtos específicos para alguns mercados, nomeadamente, frango com coloração branca e calibre maior para Espanha e frango do campo congelado embalado a vácuo para Inglaterra. Para outros países, como França, o grupo aplicou a norma ‘International Food Standard’ e, no caso dos mercados muçulmanos, a Lusiaves implementou os requisitos da certificação ‘halal’. Outros mercados exigem um processo de avaliação rigoroso e, consequentemente, a autorização das autoridades locais.

Além da adaptação aos mercados, o grupo também apostou na inovação e lançamento de novos produtos e formas de embalamento, entre os quais se incluem embalagens mais práticas e fáceis de utilizar e preparados prontos a cozinhar. A inovação combinada com uma visão sustentável tornou o grupo num dos maiores produtores de energia fotovoltaica em Portugal e originou novos negócios como a transformação de desperdícios em comida para animais de estimação e peixes de aquário, designada por ‘pet food’ e ‘fish food’, respetivamente.

Assim como a garantia da qualidade obrigou ao investimento em frota própria da qual 5% dos veículos são elétricos.

Duplicar exportações até 2019
O objetivo da Lusiaves é duplicar o valor das exportações até 2019. O plano de expansão dos últimos sete anos permitiu realizar investimentos de 150 milhões nos centros produtivos em Leiria, Marinha das Ondas e Oliveira de Frades.

O grupo investiu numa nova fábrica de rações, em novas quintas e   pavilhões de frangos e numa nova frota, assim como introduziu melhorias nos centros de incubação de ovos. A meta da Lusiaves inclui a consolidação das vendas na Europa e entrada nos mercados do Médio Oriente.
Lusiaves País Portugal Europa Espanha França Inglaterra
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)