Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
4

Salsa: presença em 35 países

A Salsa vende, por ano, mais de 1 milhão de calças de ganga.
Maria João Vieira de Matos 20 de Março de 2016 às 09:00
Crescimento das vendas online, uma das últimas apostas da Salsa, ronda os 30 a 40 por cento ao ano. As calças de ganga são o produto por excelência.
Crescimento das vendas online, uma das últimas apostas da Salsa, ronda os 30 a 40 por cento ao ano. As calças de ganga são o produto por excelência. FOTO: CMTV
A Salsa é uma multinacional portuguesa especializada em vestuário de ganga para homem e mulher. A empresa começou numa garagem de 60 metros quadrados pelas mãos de Filipe Vila Nova. A primeira encomenda foi de 700 jardineiras com lavagens especiais. Hoje a Salsa vende, por ano, mais de 1 milhão de calças de ganga e 2 milhões de outras peças de vestuário. Com mais de 2 mil pontos de venda em 35 países, a Salsa fatura quase 200 milhões de euros e exporta 60% do que produz. Além de Portugal, os principais mercados são o espanhol e o francês.

A presença internacional consiste numa abordagem multicanal: 102 lojas próprias, 2200 lojas multimarca e mais de 90 pontos de venda em grandes armazéns. Entre as 102 lojas próprias, destacam-se as 52 em Portugal, 15 em Espanha, 7 em França e 5 no Dubai. As restantes dividem-se entre Europa, África e Médio Oriente. A venda online é uma das últimas apostas da Salsa. O objetivo é integrar o canal digital com os vários canais de distribuição e adotar uma estratégia omnicanal. Assim, o cliente pode comprar num canal online e devolver a peça numa loja física, comprar um cheque-prenda na loja física e utilizá-lo na loja online ou utilizar as lojas como ponto de levantamento das compras digitais.

As calças de ganga são o produtode excelência da Salsa. Os modelos ‘push up’ e ‘push in’ revolucionaram o mercado. Ambos ajudaram no processo de internacionalização da empresa devido à enorme aceitação em todos os mercados. A ‘pushup’ foi a primeira a liderar o mercado internacional e a ‘push in’, um novo modelo com cinta média e mais confortável, passou a liderar nos últimos anos. O objetivo é apostar na inovação e tornar a Salsa numa marca de referência mundial na área de ‘jeanswear’.

-----

Discurso direto: João Martins, Diretor de Vendas
CM - Qual é o mercado mais desafiante?

João Martins – As dificuldades diferem de país para país. Nos mercados consolidados o desafio é ganhar quota de mercado. Nos países emergentes há falta de pessoal qualificado, de infraestruturas e riscos económicos, sociais e políticos.

Os produtos têm de ser adaptados?
– Sim, para vender no Médio Oriente a Salsa lançou modelos de calças de ganga com brilhos, pedras, cristais e bordados feitos àmão. A Arábia Saudita pede saias de ganga compridas.

Quanto tempo demora a lançar novas calças?
– Um ano e meio. Fazemos vários testes para produzir calças de ganga inovadoras e com vantagens funcionais, como aliar o conforto à redução da cintura.

Objetivo para 2016?
– Prevemos um crescimento de 15% das vendas com uma forte apostano canal digital, através do qualjá vendemos em 44 países.

Futuro: Novo lançamento
Em 2016 o objetivo é aumentar as vendas em mais de 15%, mantendo a aposta em produtos que introduzem novas tecnologias e matérias-primas. Um exemplo são as calças de ganga ‘Diva’. Os tecidos utilizados resultam num efeito corpete adelgaçante e colocam a barriga para dentro, a cintura ajustável melhora a postura corporal e o painel interno, desenvolvido em fibra ‘Emana’, garante a suavidade da pele, reduz imperfeições e melhora a microcirculação sanguínea. Um novo modelo que promete revolucionaro mercado.

BI

Nome e Fundação: Salsa, 1994
Produto: Men & Women Jeanswear
Localização: A sede e as unidades produtivas ficam em Vila Nova de Famalicão
Vendas (2015): 190 milhões de euros
N.º de trabalhadores: 1000
Exportação: 60% de vendas
Principais mercados: Espanha, França eEmirados ÁrabesUnidos




Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)