Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
1

Soldado russo declara-se culpado pela morte de civil em Sumy, na Ucrânia

Vadim Shishimarin, de 21 anos, é o primeiro soldado russo a ser julgado na Ucrânia por crimes de guerra.
Correio da Manhã e Lusa 18 de Maio de 2022 às 13:37
Vadim Shishimarin
Vadim Shishimarin
Um soldado russo declarou-se esta quarta-feira culpado por matar civis na região de Sumy, na Ucrânia, perante um tribunal em Kiev.

Vadim Shishimarin, de 21 anos, é o primeiro soldado russo a ser julgado na Ucrânia por crimes de guerra, segundo o jornal The Kyiv Independent. 

Questionado sobre se admite "sem reservas" todo os atos de que é acusado, incluindo atos que constituem crimes de guerra e acusações de assassínio premeditado, o sargento russo Vadim Chichimarine disse que "sim".

No final do mês de fevereiro, o soldado matou um civil de 62 anos durante um treino militar na Rússia, de acordo com a acusação. 

O soldado enfrenta agora uma sentença de prisão perpétua por violar leis da guerra. 


Sumy Ucrânia
Ver comentários
}