Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
4

Heróis da guerra ao vírus

Saúde e forças de Segurança estiveram na linha da frente no ataque ao novo coronavírus.
Paulo João Santos 10 de Junho de 2020 às 01:30
Agentes da PSP agradecem aos profissionais de saúde
Bombeiros aplaudem  médicos e enfermeiros
Agentes da PSP agradecem aos profissionais de saúde
Bombeiros aplaudem  médicos e enfermeiros
Agentes da PSP agradecem aos profissionais de saúde
Bombeiros aplaudem  médicos e enfermeiros
Um batalhão de elite foi mobilizado para a linha da frente na guerra à Covid-19. Milhares de médicos, enfermeiros, bombeiros, pessoal do INEM, polícia, militares da GNR e Forças Armadas garantiram a saúde e a segurança dos portugueses nos dias críticos do combate à pandemia do século. Juntos, unidos, determinados, deram um exemplo ao mundo de como um pequeno País, de recursos limitados, pode ser maior que os grandes.

Mas não foram os únicos. No ataque ao inimigo invisível, um não menos importante conjunto de homens e mulheres, dos mais diversos setores de atividade, garantiram que Portugal continuasse a funcionar nas semanas duras do confinamento, assegurando os bens e serviços essenciais às populações.

Trabalhadores dos supermercados, das bombas de gasolina, da recolha do lixo, das farmácias, do pequeno comércio, dos restaurantes que funcionaram em modo takeaway. Sem estes combatentes nas trincheiras, a guerra ao novo coronavírus estaria perdida.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 País Forças Armadas INEM GNR questões sociais política defesa
Ver comentários