Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
4

"Um fogo conseguimos ver, este inimigo é invisível"

Fernando Azevedo é comandante dos Bombeiros Voluntários da Ajuda.
J.C.R. 10 de Junho de 2020 às 01:30
Fernando Azevedo é comandante dos Bombeiros Voluntários da Ajuda
Fernando Azevedo é comandante dos Bombeiros Voluntários da Ajuda FOTO: Direitos Reservados
"Foram três meses sem ir a casa para proteger a família. Eu e os 63 elementos que comando. E foi preciso gerir as emoções dos nossos profissionais pois nesta situação todos ficam mais sensíveis", destaca o comandante dos Bombeiros Voluntários da Ajuda, a corporação de Lisboa que esteve "em todas as operações complexas" que se registaram na capital durante o confinamento.

Aos 43 anos, 25 deles com a farda vestida, o comandante Fernando Azevedo, diz que "as pessoas não sabem a sensação de medo que um bombeiro tem ao colocar aqueles fatos". "Um fogo nós conseguimos ver, mas este é um inimigo invisível. Tivemos alguns sustos, quarentenas... Na maior parte dos dias nem dava tempo para pensar, houve muitas ocorrências e chegávamos ao fim do dia estoirados."
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Lisboa Bombeiros Voluntários da Ajuda questões sociais acidentes e desastres incêndios
Ver comentários