Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
1

Chega aponta para aumento de pensões como condição para viabilizar Governo

Líder do partido recusa "repetir o que foi feito entre 2011 e 2015" no Governo PSD/CDS-PP.
Lusa 19 de Janeiro de 2022 às 07:26
André Ventura em campanha
André Ventura em campanha FOTO: José Coelho / Lusa
O líder do Chega afirmou que o aumento das pensões é uma condição para viabilizar um Governo de direita, recusando "repetir o que foi feito entre 2011 e 2015" no Governo PSD/CDS-PP.

"O PSD deve saber isto para que não diga que foi ao engano: Nós não aceitaremos repetir o que foi feito entre 2011 e 2015 que é cortar milhões em pensões em Portugal. Um Governo de direita tem que aumentar pensões e não diminuir as miseráveis pensões em que vivem hoje os portugueses", afirmou na noite de terça-feira André Ventura, o presidente do partido de extrema-direita, num discurso no final de um jantar-comício em Aveiro.

Além das pensões, André Ventura defendeu como condições essenciais para viabilizar qualquer Governo a redução do IVA da eletricidade e o fim das portagens.

Ver comentários