Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
6

António Amaro de Matos (1933-2020)

O economista das mil e uma tarefas tinha 87 anos.
Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 25 de Setembro de 2020 às 01:30
Amaro de Matos
Amaro de Matos FOTO: Direitos Reservados
A paixão pela economia tomou-o à saída da universidade com os ventos da "primavera marcelista". Iniciou a carreira na Compal nos anos 60 e em 71 foi liderar o Fundo de Fomento de Exportação (atual AICEP).

A revolução empurra-o para o Brasil onde trabalha nas Páginas Amarelas. De volta a Portugal é nomeado secretário de Estado da Alimentação no X governo, liderado por Cavaco Silva.

Não são conhecidas as causas da morte.
António Amaro de Matos Compal Fundo de Fomento de Exportação AICEP economia negócios e finanças