Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
9

"Padre motard" morreu

Sacerdote sofria de cancro e estava internado nos cuidados paliativos do Hospital do Fundão.
25 de Março de 2013 às 12:17
O padre José Fernando na Concentração dos Lobos da Neve, em 2009.
O padre era figura de destaque entre os motards.
Apesar de ser padre, José Fernando sempre se vestiu a rigor quando andava de mota.
O padre José Fernando na Concentração dos Lobos da Neve, em 2009.
O padre na concentração do Dia do Motociclista em Lamego, em 2007.
O padre José Fernando num jantar com amigos.
O padre em convívio com amigos.
O Padre José Fernando Lambelho participa na missa, em Lamego, no Dia do Motociclista.
O padre José Fernando na Concentração dos Lobos da Neve, em 2009.
O padre era figura de destaque entre os motards.
Apesar de ser padre, José Fernando sempre se vestiu a rigor quando andava de mota.
O padre José Fernando na Concentração dos Lobos da Neve, em 2009.
O padre na concentração do Dia do Motociclista em Lamego, em 2007.
O padre José Fernando num jantar com amigos.
O padre em convívio com amigos.
O Padre José Fernando Lambelho participa na missa, em Lamego, no Dia do Motociclista.
O padre José Fernando na Concentração dos Lobos da Neve, em 2009.
O padre era figura de destaque entre os motards.
Apesar de ser padre, José Fernando sempre se vestiu a rigor quando andava de mota.
O padre José Fernando na Concentração dos Lobos da Neve, em 2009.
O padre na concentração do Dia do Motociclista em Lamego, em 2007.
O padre José Fernando num jantar com amigos.
O padre em convívio com amigos.
O Padre José Fernando Lambelho participa na missa, em Lamego, no Dia do Motociclista.

O padre José Fernando Lambelho, conhecido como "padre motard", morreu na noite de domingo na unidade de cuidados paliativos do Hospital do Fundão, disse à agência Lusa fonte hospitalar.

O sacerdote de 55 anos, natural do concelho do Fundão, faleceu cerca das 22h00 de domingo, vítima de cancro, após oito anos de tratamentos.

Ficou conhecido por conciliar o sacerdócio com o amor pelas motas, com missas que juntavam milhares de motociclistas para a bênção das motas e dos capacetes.

Em 2011 foi lançada a biografia "Padre Motard - Boas curvas? se Deus quiser", assinada pela jornalista Rosa Ramos.

Uma das frases que lhe era atribuída retrata o humor com que conciliava a religião e a velocidade sobre duas rodas: "Até 100, Deus protege; a partir de 100? Pode acolher-nos".

José Fernando Lambelho cancro paliativos morreu Hospital do Fundão "padre motard"
Ver comentários