18:57 | 16/03
Josef Fritzl admite culpa em três crimes

Josef Fritzl admite culpa em três crimes

O julgamento de Josef Fritzl começou esta segunda-feira de manhã num tribunal de Sait Poelten, a 65 quilómetros de Viena (Áustria), com o ‘monstro de Amstetten’, acusado de ter mantido em cativeiro e de ter violado a filha durante 24 anos, a declarar-se inocente dos crimes de assassínio de um dos sete filhos nascidos da relação incestuosa e de escravatura.
00:30 | 16/03
‘Monstro’ pode escapar a perpétua

‘Monstro’ pode escapar a perpétua

Quando no final da semana o Tribunal de Sankt Pölten, Áustria, onde hoje Josef Fritzl começa a ser julgado, ler a sentença, muitos podem duvidar de que tenha sido feita justiça. A condenação a prisão perpétua parece a única proporcional à crueldade dos crimes, mas o ‘monstro de Amstetten’ pode acabar com uma pena de 15 anos, por violação.
00:30 | 15/03
Julgamento deixa cidade cercada

Julgamento deixa cidade cercada

O julgamento do ‘monstro de Amstetten’ começa amanhã na cidade austríaca de Sankt Pölten sob medidas de segurança sem precedentes: os acessos ao tribunal foram cortados e foi ordenado o encerramento do espaço aéreo sobre a localidade, num raio de um quilómetro em redor e até uma altura de 1800 metros.
00:30 | 23/01
Julgamento de Fritzl começa a 16 de Março

Julgamento de Fritzl começa a 16 de Março

O austríaco Josef Fritzl, acusado de ter mantido a filha encerrada numa cave durante 24 anos, violando-a e engravidando-a, vai no dia 16 de Março começar a responder por seis crimes que lhe podem valer condenação a prisão perpétua.
00:30 | 24/12
Fritzl quis vender história aos jornais

Fritzl quis vender história aos jornais

O austríaco Josef Fritzl, que durante 24 anos manteve prisioneira a própria filha, com quem teve seis filhos, tentou, já depois de preso, vender a sua versão da história à imprensa britânica por quatro milhões de euros, mas a oferta foi recusada pelos principais diários sensacionalistas do Reino Unido.
00:30 | 15/11
Engravidou a filha oito vezes

Engravidou a filha oito vezes

Josef Fritzl violou e engravidou a filha Elisabeth oito vezes, e não sete, afirma a Acusação, segundo a qual ele é culpado da morte de dois, e não um, dos filhos gerados na cave dos horrores em Amstetten.
Ver + notícias