Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais Sobre
4
Saber mais sobre Adega Machado
00:00 | 27/11
Tudo isto é Fado

Tudo isto é Fado

A candidatura a Património Imaterial da Humanidade foi agora deliberada. Mas o fado há muito que saiu de Lisboa
00:30 | 14/12
Meio século de fado sai em DVD

Meio século de fado sai em DVD

"Ainda não me apercebi de tudo o que se passou. Parecia que estava adormecida e os nervos eram grandes", confessa Maria da Fé. Apesar disso, o concerto no Coliseu dos Recreios de 25 de Junho, para marcar 50 anos de carreira, é visto pela fadista como uma boa recordação para deixar à família. Até porque já está em DVD.
00:30 | 30/11
Fado de luto por Adega Machado

Fado de luto por Adega Machado

De lágrimas nos olhos, a fadista Argentina Santos solta um desabafo: "Foi como se tivesse morrido uma pessoa." Apesar de ser gerente da casa Parreirinha de Alfama há 60 anos, viu com tristeza o fim da concorrente Adega Machado, símbolo das casas de fado lisboetas, que fechou portas há uma semana.
00:30 | 26/11
Adega Machado encerra

Adega Machado encerra

Amália Rodrigues cantou lá várias vezes e era cliente habitual, Mariza pisou o palco quando ainda era criança. No entanto, ao fim de 72 anos de portas abertas, o fado da Adega Machado, situada no Bairro Alto, em Lisboa, deixou de se escutar no domingo.
00:00 | 06/01

O rei da noite amigo de Amália

O seu nome é Ferro, João Ferro. Mas no Bairro Alto toda a gente o conhece por Joãozinho. E ‘toda a gente’ não é eufemismo. É vê-lo entrar nas tascas e meter-se com empregados e clientes.
00:00 | 05/11

O fado é a minha vida

Estou-lhe grata por tudo. Pelo fado... que é a minha vida. É uma emoção muito grande”, confessou ontem ao CM Maria da Fé, vencedora do Prémio Amália Rodrigues para Intérprete Feminina. Ao fim de mais de 40 anos de carreira, a ‘segunda Amália’, como um dia a alcunharam, estava emocionada: “Ela era o meu ídolo desde criança.”
Ver + notícias
Mais notícias