Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais Sobre
2
Saber mais sobre Conselho Superior Da Oa
00:25 | 06/01
Debandada na posse de Marinho Pinto (COM VÍDEO)

Debandada na posse de Marinho Pinto (COM VÍDEO)

Grande parte dos membros eleitos do Conselho Superior da Ordem dos Advogados (OA), e parte dos membros cessantes do mesmo órgão, num total de cerca de 20 pessoas, abandonaram ontem à noite a tomada de posse do Bastonário.
00:30 | 15/05
A mulher de César

A mulher de César

Numa atitude de inédita prepotência, Marinho Pinto apresentou ao ministro da Justiça uma proposta de alteração do Estatuto da Ordem dos Advogados, de que não deu conhecimento à classe, nem, consequentemente, pôs à apreciação dos seus mais directos interessados – os advogados.
00:30 | 16/01
A ASAE que se cuide

A ASAE que se cuide

“Por melhores que sejam as intenções, a ASAE não pode resvalar para a prevaricação – que é crime?”
09:15 | 15/07
Marinho deve explicar denúncias

Marinho deve explicar denúncias

O Conselho Superior da Ordem dos Advogados pediu esta terça-feira ao bastonário, Marinho Pinto, que clarifique as denúncias que têm feito sobre o funcionamento dos órgãos da instituição e alguns dos seus titulares. O presidente do supremo órgão jursdicional da OA, José António Barreiros, precisou , no entanto, que não foi dado um prazo para que tal aconteça.<br/>
14:51 | 29/02

OA instaura processos contra Marinho e Júdice

O Conselho Superior da Ordem dos Advogados (OA) decidiu instaurar processos disciplinares contra o bastonário da entidade, Marinho Pinto, e contra José Miguel Júdice, devido a declarações proferidas na comunicação social.
00:00 | 29/11
Mão pesada da Ordem para quem não cumpre

Mão pesada da Ordem para quem não cumpre

É uma ‘mão pesada’ a que pende sobre os advogados. No universo da advocacia até não se pode considerar que o número de processos disciplinares seja muito elevado – mas quando a condenação não é a simples multa, significa que pelo menos durante seis meses não pode exercer a profissão, o que se pode revelar mais penalizador.
00:00 | 29/09
Advogado impedido de se candidatar

Advogado impedido de se candidatar

António Vilar, candidato a bastonário da Ordem dos Advogados (OA), diz-se vítima de uma “situação política” que visa impedi-lo de concorrer às eleições de 30 de Novembro e admite interpor uma acção judicial.
00:00 | 31/05

Bastonário não avança

Rogério Alves não se recandidata a bastonário da Ordem dos Advogados (OA). Na passada sexta-feira, o advogado quebrou o tabu internamente e comunicou a sua decisão ao Conselho Geral.
00:00 | 04/08
Fui condenado por mero delito de opinião

Fui condenado por mero delito de opinião

Não me parece que as razões subjacentes à minha condenação sejam jurídicas. Se fosse verdade que um antigo bastonário tenha violado os deveres que são referidos, a sanção admissível nunca poderia ser apenas uma censura.” José Miguel Júdice comentou ontem a pena de censura aplicada pelo Conselho Superior da Ordem dos Advogados (OA) no âmbito dos dois processos disciplinares que lhe foram instaurados, e cujo julgamento decorreu no passado dia 21 de Julho, reiterando ter sido condenado “por mero delito de opinião”.
00:00 | 22/07

Furacão Júdice

O processo da Ordem dos Advogados (OA) a José Miguel Júdice é uma afronta ao ex-bastonário.
00:00 | 22/07
Julgamento de Júdice abre crise na Ordem

Julgamento de Júdice abre crise na Ordem

Está aberta a crise na Ordem dos Advogados (OA). Depois de meses de contestação interna ao mandato de Rogério Alves, manifestada em surdina e dentro de quatro paredes, ontem as diferenças assumiram-se na audiência do julgamento do antigo bastonário José Miguel Júdice, que arrisca ser suspenso da actividade profissional por quatro meses e 15 dias, sob proposta do Conselho Superior da OA, na sequência de um dos dois processos disciplinares instaurados contra ele.
00:00 | 21/02

Dirigente da Ordem dos Advogados investigado

Raposo Subtil, presidente do Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados (OA), vai ser alvo de um processo que visa apurar se tem, ou não, idoneidade para o desempenho da advocacia, profissão que exerce desde 1986. Em causa estão eventuais falsas declarações que o causídico terá prestado quando se inscreveu como estagiário.
Ver + notícias
Mais notícias