Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais Sobre
8
Saber mais sobre Guimarães Editores
00:30 | 12/04
Blog

Blog

Maria Helena da Rocha Pereira (1925-2017) foi a mãe de todos nós.
00:30 | 09/06

Blog

A Rússia está indignada com Ivan Turgéniev.
00:30 | 13/09
IMI e família

IMI e família

Respeito e compreendo a decisão de autarcas de municípios menos urbanos, onde esta medida possa fazer outro sentido.
00:30 | 03/04
Blog

Blog

Lendo os jornais, vendo a televisão, a Páscoa é sobretudo a possibilidade de três ou quatro dias de férias.
00:30 | 30/10
Reestruturação na Verbo

Reestruturação na Verbo

A editorial Verbo, fundada em 1958, encontra-se em processo de reestruturação. Segundo apurou o CM, aquele grupo editorial deverá ser, em breve, adquirido por uma sociedade de capital de risco, que juntará a editora numa holding que vai englobar a Guimarães Editores e a Ática, propriedade de Paulo Teixeira Pinto, ex-presidente do BCP.
00:30 | 14/10
Agustina vai ser homenageada

Agustina vai ser homenageada

O Centro Cultural de Belém (CCB) vai dedicar um dia da sua programação a Agustina Bessa-Luís, a propósito do seu 87º aniversário. A autora de ‘A Sibila’ não poderá estar presente, pelo debilitado estado de saúde, mas a homenagem, amanhã em Lisboa, será diversificada.
00:30 | 07/02
Filme no arranque de ‘ano Agustina’

Filme no arranque de ‘ano Agustina’

Agustina já viu o filme ‘A Corte do Norte’ e gostou. Aliás, segundo João Botelho, realizador que adaptou o romance homónimo de Agustina Bessa-Luís, da apreciação positiva dependia a ‘autorização’: "Se ela não gostasse não constava no genérico ‘adaptação de...’; teria de vir algo como ‘a partir da obra’ ou ‘inspirado em’", brinca o cineasta.
00:00 | 23/11
"Somos feitos de gente que deixa a família"

"Somos feitos de gente que deixa a família"

Já tinha defendido Salazar em praça pública. Todos sabem que Jaime Nogueira Pinto é nacionalista. <br/>No seu último livro, ‘Jogos Africanos’, d’A Esfera dos Livros, revela o apoio dado à UNITA, em <br/>Angola, e à RENAMO, em Moçambique, para que, com a administração Reagan, se combatesse <br/>o Comunismo. A seu lado esteve Maria José Nogueira Pinto, a sua mulher.
00:30 | 07/10
“Tenho muitas coisas na gaveta”

“Tenho muitas coisas na gaveta”

Foi político, professor universitário, banqueiro. Pertenceu ao Opus Dei, mas diz-se que terá abandonado a organização. É um conhecido defensor da Causa Monárquica. Esta quinta-feira, Paulo Teixeira Pinto lança, em Lisboa, sob a chancela da ASA, o primeiro livro de poesia, ‘LXXXI – Poema Teorema’ (ver caixa), que, garante, é só uma ínfima parte daquilo que tem escrito ao longo de mais de dez anos de dedicação à escrita.
00:30 | 31/05
Teixeira Pinto decora livraria

Teixeira Pinto decora livraria

Paulo Teixeira Pinto mostrou ontem à Comunicação Social e a um grupo de amigos a remodelada Livraria Guimarães, na rua da Misericórdia, em Lisboa.
00:30 | 30/04
Vontade de passar a pintor

Vontade de passar a pintor

No ano passado era presidente do maior banco privado português, o BCP, e membro do Opus Dei. Deixou as duas instituições e desde Março administra a Guimarães Editores e preside à Causa Monárquica. Ontem, Paulo Teixeira Pinto inaugurou a sua primeira mostra de pintura – 15 quadros em acrílico – feita em conjunto com o pintor José Dominguez.
Mais notícias