Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais Sobre
1
Saber mais sobre Manuel Dias Loureiro
15:00 | 22/07
Despe & Fica

Despe & Fica

‘Magic Mike’ é uma história de amor mas também é uma crítica ao capitalismo e um drama sobre a autodestruição e o envelhecimento.
01:00 | 09/10
Ex-ministros ficam ricos com a política

Ex-ministros ficam ricos com a política

Pina Moura, Armando Vara e Dias Loureiro. Todos eles foram ministros, todos eles tinham salários modestos antes de chegarem ao Governo e todos eles acabaram por fazer carreira no mundo empresarial, aumentando o rendimento anual para valores acima dos cinco dígitos.<br/><br/>
00:30 | 19/05
Paulo e Pedro a um passo da zanga

Paulo e Pedro a um passo da zanga

As comadres do PSD e do CDS andam mesmo de candeias às avessas. A subida dos democratas-cristãos nas sondagens começou a provocar urticária nos sociais-democratas e o caldo entornou-se mesmo no debate entre os dois líderes.
00:30 | 30/01
Loureiro vende offshore à SLN

Loureiro vende offshore à SLN

Dias Loureiro vendeu uma sociedade off-shore avaliada em 1,5 milhões de euros à Sociedade Lusa de Negócios (SLN) Valor.
02:00 | 19/11
Família Oliveira e Costa acusada no caso BPN

Família Oliveira e Costa acusada no caso BPN

Burla qualificada, abuso de confiança agravado, infidelidade, fraude fiscal, falsificação, aquisição ilícita de acções e branqueamento de capitais. Foi por estes indícios que José Oliveira e Costa entrou em prisão preventiva – e, precisamente um ano depois, o CM apurou que o ex-presidente do BPN deverá ser acusado por todos os crimes referentes à sua gestão no banco. O despacho do Ministério Público estará pronto até amanhã, depois de concluída a investigação da Polícia Judiciária, mas a medida de coacção do arguido será alterada. O Ministério Público entende que a sua posição colaborante deve ser premiada e vai propor que o banqueiro, actualmente em prisão domiciliária, fique apenas com a caução já prestada.
02:00 | 22/07
Oliveira e Costa implica ex-parceiros

Oliveira e Costa implica ex-parceiros

Oliveira e Costa denunciou os ex-amigos, entregando à Justiça os dados das offshores por onde circulou dinheiro, e conseguiu ver a medida de coacção reduzida. O ex-patrão do BPN vai para casa com pulseira electrónica e é possível que daqui a pouco mais de três meses possa mesmo estar em liberdade. Em troca, o ex-secretário de Estado tem de continuar a colaborar, dando às autoridades dados reais.
Ver + notícias
Mais notícias