Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais Sobre
4
Saber mais sobre Morro Dos Prazeres
00:30 | 10/04
Moradores serão retirados à força

Moradores serão retirados à força

A recusa de muitos habitantes de áreas de risco na região metropolitana do Rio de Janeiro em deixarem as suas casas, mesmo depois das grandes tragédias de terça e quarta-feira, que mataram centenas de pessoas, obrigou as autoridades cariocas a uma medida extrema. A partir de agora a polícia está autorizada a usar a força para remover os habitantes cuja vida esteja em risco.
00:30 | 09/04
14 mil desalojados no Rio (COM VÍDEO)

14 mil desalojados no Rio (COM VÍDEO)

Uma nova tragédia, a segunda em dois dias consecutivos na área metropolitana do Rio de Janeiro, poderá ter morto ontem 200 pessoas no Morro do Bumba, em Niterói, que desabou durante a noite, soterrando dezenas de habitações. Antes desta nova catástrofe, o número de mortes resultantes da tempestade que atingiu terça-feira a região metropolitana do Rio de Janeiro já era de 161 e havia cerca de 60 desaparecidos. O número de desalojados já vai em 14 mil.
00:30 | 08/04
“Já não tenho mais ninguém” (COM VÍDEO)

“Já não tenho mais ninguém” (COM VÍDEO)

"Já não tenho mais ninguém. Perdi as minhas filhas, a minha família eram elas, não tenho mais família". Num pranto desesperado, Gildânia Maria Lopes da Silva, de 40 anos, expressava desta forma a imensa dor de ter acabado de perder as duas filhas, Yasnaia, de 19, e Emília, de 14, soterradas por toneladas de lama na humilde casa em que as três habitavam no alto do Morro dos Prazeres, no centro do Rio de Janeiro. Uma pequena parte da tragédia que se abateu em forma de temporal sobre o Rio de Janeiro na madrugada de terça-feira e que pode ter provocado a morte de mais de 150 pessoas.
00:30 | 23/10
Polícia mantém ‘limpeza’

Polícia mantém ‘limpeza’

A polícia do Rio de Janeiro fez ontem novas operações em favelas das zonas norte e oeste da cidade à procura de criminosos, armas e veículos roubados.
00:30 | 22/10
Novos confrontos em favelas do Rio

Novos confrontos em favelas do Rio

O Rio de Janeiro voltou ontem a transformar-se num autêntico campo de batalha, com milhares de habitantes de seis favelas da zona norte a ficarem mais uma vez sob fogo cruzado entre narcotraficantes e polícias, que mataram mais sete alegados criminosos. Desde o passado fim-de-semana já morreram pelo menos 33 pessoas.
00:00 | 04/03
Francês é suspeito de ser o mandante

Francês é suspeito de ser o mandante

Um cidadão francês de nome Michel Cohen é o principal suspeito de ter sido o mandante do roubo de quatro telas de Dalí, Picasso, Monet e Matisse, ocorrido a 24 de Janeiro, no Museu da Chácara do Céu, no Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Federal brasileira, Cohen é um especialista em crimes deste tipo procurado pela Polícia dos Estados Unidos e, há dois anos, fugiu de uma penitenciária do Rio.
Mais notícias