Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais Sobre
4
Saber mais sobre Mutatis Mutandis
00:30 | 23/12
Feliz Natal!

Feliz Natal!

A liberdade e a igualdade não apagam a história nem excluem tradições.
01:00 | 06/05
Excesso de consumo

Excesso de consumo

Faz hoje exatamente uma semana, o FC Porto sagrou-se campeão nacional de futebol e, naturalmente, a sua festa tomou imediatamente conta dos diretos nos três canais de informação nacionais, salteando imagens da festa nas ruas com comentários em estúdio, a cargo dos comentadores habituais.
01:00 | 04/03
'Justiça Cega?' (I)

'Justiça Cega?' (I)

Cada canal de informação tem o seu painel futebolístico. ‘O Dia Seguinte’, na SIC Notícias, ‘Prolongamento’, na TVI 24, ‘Trio de Ataque’, na RTP Informação. Comum a todos eles o facto de manterem a velha ordem dos ‘três grandes’ do nosso futebol, indiferentes a fenómenos emergentes.
00:30 | 16/03
Injustificável

Injustificável

Ver Pedro Henriques como quarto árbitro (vulgo ‘levanta placas’) de Bruno Paixão, árbitro de reconhecida incompetência, como aconteceu no Sporting- Vitória de Guimarães, é um verdadeiro insulto ao futebol e aos seus adeptos e revela bem o desnorte dos critérios de quem nomeia.
09:00 | 12/09
O jornal da 'patroa'

O jornal da 'patroa'

A direcção da TVI foi substituída porque pactuou com as diatribes da ‘patroa’ Manuela Moura Guedes.
00:00 | 17/06
Até eles saem tarde de casa

Até eles saem tarde de casa

Em desespero de causa diante uma cria pouco disposta a abandonar o ninho – pois se ali se está tão bem, sempre com comida à disposição –, algumas espécies de pinguins deixam, pura e simplesmente, o ‘frigorífico’ vazio, na esperança de que a indirecta seja entendida. Como a fome acaba por falar mais alto, o pinguinzito faz-se à vida em busca de alimento. Quem diz os pinguins diz, entre os seres humanos, os filhos trintões – caso encontrem a despensa sem nada, o mais provável é que os pais queiram significar ‘vai-te embora se faz favor’.
00:00 | 27/02
A matriz e a aventura

A matriz e a aventura

“Faluas do Tejo’ é uma obra comovente, ao longo das suas dez cantigas e dos seus três quartos de hora. É um passeio em que não sabemos se o que se move é a cidade ou se somos nós próprios, se é a passagem do tempo ou a sua fixação nas nossas memórias.”
02:39 | 07/05
ESTE MUNDO ÀS AVESSAS

ESTE MUNDO ÀS AVESSAS

A aparente sintonia no repúdio ao belicismo de Bush resultou num coro desafinado, por mais que Soares, Freitas e Ferro entoassem hosanas à paz num cortejo em que flutuavam bandeiras do PCP, se agitavam fotos de Saddam Hussein e se confundiam estridentes palavras de ordem, da direita à extrema-esquerda...
Mais notícias