Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais Sobre
5
Saber mais sobre Praia De Melides
01:00 | 27/08
GNR barra bombeiros por causa da Volta a Portugal

GNR barra bombeiros por causa da Volta a Portugal

Os bombeiros da Malveira queixam-se de terem sido ontem à tarde impedidos por militares da GNR de se deslocarem para o combate a um incêndio que deflagrou pelas 14h21, em Lousa, Loures. As patrulhas terão dado prioridade à passagem da etapa da Volta a Portugal.<br/><br/>
00:30 | 26/07
Muita música e diversões na Feira de Sant'Iago

Muita música e diversões na Feira de Sant'Iago

A Feira de Sant’Iago, com o tema “Setúbal é um mundo de oportunidades” e um cartaz musical variado, com as presenças de Gabriel o Pensador, Jorge Palma e 4Taste, abriu ontem portas e decorre até 9 de Agosto. A feira está aberta entre as 14h00 e a 01h00 (de domingo a quinta), e das 14h00 às 02h00, às sextas e sábados, conta ainda com muitas diversões, gastronomia e desporto. Pequenos autocarros asseguram transporte.
00:15 | 04/08

Eusébio Rosa vence Ultra Maratona

Eusébio Rosa venceu ontem a Ultra Maratona Atlântica, prova de atletismo que ligou a praia de Melides à península de Tróia. O atleta do clube da Caparica completou os 43 km do areal em 3h14m03s. Em segundo lugar ficou José Júlio Henriques (GAF-Vidais, das Caldas da Rainha) e em terceiro Hélder Ferreira (individual).
00:00 | 15/10
Jovem de Melides continua desaparecido

Jovem de Melides continua desaparecido

As buscas para encontrar o corpo do jovem de 27 anos de idade que desapareceu no último sábado, por volta das 16h00, na praia de Melides, prosseguem esta segunda-feira.
02:03 | 14/10

Melides: Jovem desaparece na praia

Um jovem de 27 anos desapareceu ontem na Praia de Melides quando tomava banho. “Terá sido arrastado por uma onda”, admitiu ao CM o comandante Guilherme Ferreira, da Polícia Marítima de Sines. As buscas para o encontrar foram suspensas ao fim da tarde, prosseguindo esta manhã.
00:00 | 25/11

BARRACAS DE COMES VÃO SER DEMOLIDAS

Os seis restaurantes da praia de Melides, que mais parecem barracas e que não foram demolidos em 1995, quando foram abaixo mais de 200 habitações clandestinas, têm os dias contados. E podem ser já derrubados mesmo antes da época balnear.
Ver + notícias
Mais notícias