Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais Sobre
Saber mais sobre Tribunal De Vila Nova De Foz Coa
00:31 | 06/02

Vila Nova de Foz Côa: Ladrões em preventiva

Os três homens, entre os 40 e os 50 anos, detidos pelo furto em igrejas e juntas de freguesia dos distritos de Guarda e Bragança, ficaram em prisão preventiva após ouvidos durante nove horas por um juiz do Tribunal de Vila Nova de Foz Côa.
11:22 | 26/09
GNR apreendeu máquinas industriais furtadas em França

GNR apreendeu máquinas industriais furtadas em França

A GNR anunciou esta quarta-feira a apreensão, no distrito da Guarda, de quatro máquinas industriais, supostamente furtadas em França, avaliadas em 280 mil euros, e a identificação de quatro suspeitos da prática de crimes de receptação.
11:09 | 14/09
Alcoólico tentou corromper GNR

Alcoólico tentou corromper GNR

A GNR anunciou esta quarta-feira a detenção de um condutor de 56 anos, por tentativa de corrupção de dois <br/>militares do posto de Freixo de Numão, Vila Nova de Foz Côa.
00:40 | 06/12

Justiça: Pena reduzida

O Supremo Tribunal de Justiça reduziu para 12 anos de prisão a pena de 18 anos e cinco meses que o Tribunal de Vila Nova de Foz Côa tinha aplicado a um homem, de 25 anos, condenado por 17 crimes, como roubos, posse de arma ilegal e condução perigosa.<br/>
00:00 | 12/11

Pai apanha 25 anos e filho foi libertado

O Tribunal de Vila Nova de Foz Côa condenou ontem António Moutinho, de 50 anos, à pena máxima de prisão (25 anos), pelo homicídio de dois militares da GNR em Freixo de Numão.
00:00 | 05/10
Matei-os sem querer

Matei-os sem querer

O homem de 50 anos acusado de ter assassinado dois militares da GNR de Freixo de Numão, Vila Nova de Foz Côa, afirmou ontem em Tribunal que não “tinha intenção de matar ninguém” e que apenas se limitou “a defender o filho”, que “estava a ser agredido por dois indivíduos” à porta de sua casa.
00:00 | 26/09
Assassinados por vingança

Assassinados por vingança

O Tribunal de Vila Nova de Foz Côa começa a julgar a 4 de Outubro António e Márcio Moutinho – pai e filho – pela co-autoria do homicídio qualificado do guarda Sérgio Russo. O pai é também acusado da morte do militar Francisco Inês.
Ver + notícias
Mais notícias