Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

África do Sul prevê recessão de 7,2% este ano

Os novos números apontam para um défice orçamental de 15,7%.
Lusa 24 de Junho de 2020 às 20:00
Coronavírus na África do Sul
Coronavírus na África do Sul FOTO: EPA
A economia da África do Sul deverá enfrentar uma recessão de 7,2% este ano devido à pandemia da covid-19, anunciou hoje o ministro das Finanças, Tito Mboweni.

"A economia deve cair 7,2% por causa da pandemia, tal como acontece com a economia mundial, que enfrenta a pior contração dos últimos 90 anos", disse o governante durante a apresentação do orçamento retificativo que foi hoje apresentado aos deputados.

Os novos números apontam para um défice orçamental de 15,7%, mais do dobro do desequilíbrio de 6,8% previsto em fevereiro, o mesmo acontecendo com a dívida pública, que deverá resvalar para 82% até março do próximo ano, e continuar a subir para 87,5% entre 2023 e 2024, apesar das medidas que o Governo garante ir apresentar para controlar a subida.

O número de mortos em África devido à covid-19 subiu para 8.618, mais 284 nas últimas 24 horas, em cerca de 324 mil casos, segundo os dados mais recentes sobre a pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infetados é de 324.696, mais 9.286 casos nas últimas 24 horas.

O número de recuperados é de 154.170, mais 4.188.

A África Austral regista o maior número de casos (110.756) e contabiliza 2.160 mortos, a grande maioria concentrada na África do Sul, o país com mais infetados em todo o continente (106.108) e que regista 2.102 vítimas mortais.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 473 mil mortos e infetou mais de 9,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)