Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Construção civil atravessa dificuldades em Angola

Empresários queixam-se da falta de investimentos por parte do Estado.
Correio da Manhã 7 de Março de 2021 às 14:39
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa FOTO: Getty Images

O setor da construção civil em Angola está a atravessar uma forte crise. O desinvestimento em obras públicas é a principal causa, apesar da retoma da atividade no país africano, nomeadamente na capital, Luanda, através ao Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

No entanto, vários responsáveis do setor admitem que muitas empresas não deverão resistir ao impacto, fazendo aumentar o número de desempregados e destruindo o campo da construção civil, que já fora um dos maiores empregadores do país.

Os empreiteiros angolanos defendem que este fenómeno não é apenas resultado da pandemia pela Covid-19, mas sim pela diminuição da procura por parte do Estado, sobretudo a partir da crise do petróleo, registada em 2014.

Um dos responsáveis da empresa Mota-Engil Angola aponta que as pequenas iniciativas de obras públicas nos municípios não permitem a manutenção de muitas empresas do país.

Angola Luanda Municípios PIIM economia negócios e finanças construção e obras públicas construção civil
Ver comentários