Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Encontrados 25 golfinhos mortos em arquipélago do sul de Moçambique

Animais mortos foram incinerados e os sete que sobreviveram estão a ser acompanhados através de patrulhas.
Lusa 23 de Fevereiro de 2021 às 15:51
Golfinhos, xxx
Golfinhos, xxx FOTO: Getty Images
Um total de 25 golfinhos foram encontrados mortos no Parque Nacional do Arquipélago do Bazaruto, na província de Inhambane, sul de Moçambique, anunciou esta terça-feira a Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC).

Os 25 animais estavam num grupo de 32 golfinhos, todos da espécie 'Stenella Longirostris', encontrados numa das praias do Parque Nacional do Arquipélago do Bazaruto, sendo que, do total, sete sobreviveram após serem assistidos e devolvidos ao mar, indicou um comunicado da ANAC.

"Dos 25 animais mortos, 11 são machos adultos e 14 são fêmeas, sendo 12 adultas, uma juvenil e uma cria", explicou o documento.

Da perícia feita pelas autoridades moçambicanas constatou-se que os golfinhos não apresentavam quaisquer sinais de ferimento, mas vão ser enviadas amostras dos 25 mamíferos mortos para análises mais profundas.

Segundo a ANAC, os 25 golfinhos mortos foram incinerados e os sete que sobreviveram estão a ser acompanhados, através de patrulhas realizadas em todas as ilhas que integram o Parque Nacional do Arquipélago do Bazaruto.

"Até à tarde do dia 22 de fevereiro não foram encontrados sinais de os sete animais terem voltado à costa, o que aumenta as chances de eles terem sobrevivido até ao momento", referiu a ANAC.

O Parque Nacional do Arquipélago do Bazaruto, o primeiro parque marinho de Moçambique, situa-se na província de Inhambane, no sul do país, e possui uma área de 1.430 quilómetros quadrados.

Criado em 25 de maio de 1971, no parque ocorrem, além de mamíferos marinhos tais como dugongos, baleias, golfinhos e outros, 180 espécies de aves, 45 de répteis, 16 de mamíferos terrestres, 500 de moluscos marinhos e costeiros, e 2.000 espécies de peixes, segundo a ANAC.

Ver comentários