Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Explosão de mina antitanque mata cinco pessoas na província angolana do Cunene

Motorista do 'kupapata' (triciclo) também ficou ferido e recebe tratamento no Hospital Geral de Ondjiva.
Lusa 15 de Outubro de 2019 às 17:16
Angola
Angola FOTO: Paulo Henriques

A explosão de uma mina antitanque provocou esta terça-feira cinco mortos, incluindo três crianças, na vila do Môngua, município do Cuanhama, província do Cunene, no sul de Angola, disse à Lusa fonte do governo provincial.

O incidente, que ocorreu esta terça-feira de manhã, deixou ainda ferido o motorista do 'kupapata' (triciclo), que recebe tratamento no Hospital Geral de Ondjiva, na capital do Cunene.

Em declarações à agência Lusa, a diretora do gabinete de comunicação institucional e imprensa do governo provincial do Cunene, Elsa Leandro, disse que o incidente aconteceu quando as vítimas iam do mercado para casa.

Elsa Leandro referiu que o estado de saúde do motorista não é grave.

De acordo com dados oficiais, Angola já registou este ano 13 mortes por explosão de minas e outros engenhos, de um total de 25 acidentes ocorridos nas províncias de Benguela, Bié, Cuando Cubango, Huambo, Malanje e Moxico.

A ministra da Ação Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina de Almeida, informou na semana passada que as autoridades vão intensificar as ações de educação e sensibilização sobre o perigo de minas e outros engenhos, perspetivando beneficiar cerca de 10 milhões de pessoas, através de técnicas de comunicação em português e nas várias línguas nacionais.

Angola possui mais de três mil campos identificados no fim da guerra civil em 2002 em todo o país, restando ainda por desminar 1.220 campos, numa área de 105 quilómetros quadrados, com destaque para as regiões do Bié, Cuando Cubango, Cuanza Sul e Moxico.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)