Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal

PGR admitiu na semana passada a possibilidade de emitir mandado da captura.
Diana Ramos 3 de Julho de 2020 às 08:47
Isabel dos Santos
Isabel dos Santos FOTO: Getty Images
A Procuradoria-Geral angolana disse ontem que Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal ou em qualquer outro país que tenha acordos judiciários com Angola, no âmbito do processo-crime por alegada má gestão e desvio de fundos da petrolífera angolana Sonangol.

No início da semana, em comunicado enviado às redações, a empresária queixou-se de lhe estar a ser negada Justiça nos tribunais angolanos e portugueses e de não lhe ser permitida uma audiência em tribunal para poder provar a sua inocência, isto depois de o Procurador-Geral angolano, Hélder Pitta Grós, ter admitido na semana passada a possibilidade de emitir um mandado internacional de captura em nome da filha do ex-presidente José Eduardo dos Santos.

Fonte da Procuradoria-Geral angolana disse ontem à Lusa que tal medida poderá não ser necessária, mas frisou que a audição da arguida é fundamental para exercer o contraditório e poder defender-se das acusações. "Se está disposta a colaborar com a Justiça, poderá não haver a emissão de um mandado de captura, mas essa colaboração passa por uma audição presencial que pode ser feita em Portugal ou outro país em que se encontrar". A mesma fonte disse ainda que as autoridades notificaram Isabel dos Santos em Luanda, mas adiantou que a empresária, "se estiver fora [do país], pode perfeitamente pedir para ser ouvida noutro Estado com o qual exista cooperação judiciária".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)