Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana

Distruição está a ser feita no Centro Hospitalar e Universitário Pediátrico de Bangui.
Sérgio A. Vitorino 26 de Julho de 2020 às 12:37
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Militares portugueses distribuem material hospitalar, desportivo e brinquedos na República Centro-Africana
Os militares portugueses da 7.ª Força Nacional Destacada na República Centro-Africana realizaram esta semana uma ação de solidariedade e a distribuição de material hospitalar, desportivo e brinquedos ao Centro Hospitalar e Universitário Pediátrico de Bangui.

"A angariação destes bens teve lugar ainda durante o período de aprontamento da Força [em Portugal] e contou com a colaboração de diversas entidades, nomeadamente, a Federação Portuguesa de Andebol, a Associação Pró-Infância Nuno Álvares, o Centro Social São José Cluny, e o Colégio Nossa Senhora da Assunção", refere o Estado-Maior-General das Forças Armadas.

Foram ainda doados produtos para a manutenção das infraestruturas do Hospital. Essa doação foi realizada "pela Fundação Manuel António da Mota, através de uma iniciativa da Dra. Ana Maria Príncipe."

A Força é composta por 180 militares, na maioria paraquedistas de Aveiro, de outras unidades do Exército e de controladores aéreos táticos da Força Aérea.

São a Força de Reação Rápida da componente militar da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da República Centro-Africana (MINUSCA), no âmbito das operações de apoio à paz em qualquer região do país, a fim de contribuir para a estabilização, segurança e controlo do território da República Centro-Africana.
Ver comentários