Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Moçambique regista deflação pelo terceiro mês consecutivo

Em julho, o país registou uma queda de preços de 0,20%, de acordo com o Índice de Preços no Consumidor do Instituto Nacional de Estatísticas.
Lusa 12 de Agosto de 2020 às 10:45
Padrão de queda de preços em julho foi constante nas três principais cidades do país: Maputo, Beira e Nampula
Padrão de queda de preços em julho foi constante nas três principais cidades do país: Maputo, Beira e Nampula FOTO: Getty Images
Moçambique registou uma deflação pelo terceiro mês consecutivo, com julho a atingir uma queda de preços de 0,20%, refere esta quarta-feira o Índice de Preços no Consumidor (IPC) do Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Em junho, o país já tinha conhecido uma deflação de 0,55% e de 0,6% em maio, mês em que os preços começaram a descrever uma trajetória descendente. De acordo com o IPC divulgado hoje, a inflação acumulada atingiu 0,38% em junho e a homóloga 2,80%.

Por classes de produtos, a alimentação e bebidas não alcoólicas teve maior inflação na baixa de preços no mês passado, com uma variação mensal de cerca de 0,22 pontos percentuais negativos.

A alface caiu 12,3%, cebola 9,0%, couve 7,8% e tomate caiu 5,3% e óleo 2,5%, mas há produtos que contrariaram o ritmo deflacionário, como a mandioca seca, cujo preço subiu 28,5%, limão, 24,6%, e milho em grão, 10,6%.

O padrão de queda de preços em julho foi constante nas três principais cidades que servem de referência no cálculo da inflação em Moçambique. A cidade da Beira, centro do país, registou a queda mais acentuada, 0,42%, seguida de Nampula, norte, 0,30%, e por fim Maputo, 0,06%.

Em Moçambique, a metade do ano é normalmente caraterizada pela queda de preços, principalmente devido à maior oferta de vegetais, cuja colheita acontece no inverno.

Moçambique Índice de Preços no Consumidor INE IPC Instituto Nacional de Estatísticas preços inflação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)