Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Paraquedistas portugueses regressam a palco de confrontos na República Centro Africana

Militares cumpriram uma nova operação de paz na cidade de Bambari, zona onde estiveram em 2017 e 2018.
Correio da Manhã 27 de Fevereiro de 2020 às 11:43
A carregar o vídeo ...
Paraquedistas portugueses regressam a palco de confrontos na República Centro Africana
Os Paraquedistas do Exército Português, que se encontram ao serviço das Nações Unidas na República Centro-Africana, cumpriram uma nova operação de paz na cidade de Bambari.

Num comunicado divulgado esta quinta-feira, a força informou que no período de 27 de janeiro a 11 de fevereiro, os militares foram destacados para uma região na qual "outras forças portuguesas já se haviam visto envolvidas em violentos confrontos com grupos armados" em 2018 e 2019.

Em fevereiro do ano passado, em Bangui, foram assinados Acordos de Paz entre o Governo da República Centro-Africana e os grupos armados, acordos esses colocados agora em causa, principalmente pelo grupo ex-Seleka UPC.

Um ano depois, os militares portugueses regressaram à cidade para cumprir as ordens na operação de "capacetes azuis", com a missão de "proteger a população contra a postura ofensiva deste grupo."

Devido à presença dos militares portuguessa, o líder do UPC "aceitou cessar as hostilidades e sentar-se à mesa com os representantes da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a estabilização da República Centro-Africana (MINUSCA) e do Governo local", informaram as forças no terreno.

A deslocação, via terrestre, implicou uma viagem de cerca de 400 Km, percorridos em dois dias. 

A 6ª Força Nacional Destacada no terreno é composta por 180 militares das tropas especiais de Paraquedistas do Exército Português e do Exército de Controladores Aéreos Avançados da Força Aérea.

Os militares portugueses marcam presença na República Centro-Africana desde o início de 2017, contribuindo para o "esforço de manutenção da paz" no país.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)