Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Pelo menos 11 recém-nascidos morrem em incêndio num hospital em Tivaouane, no Senegal

Investigação preliminar aponta que curto-circuito na unidade neonatal está na origem da tragédia.
Correio da Manhã 26 de Maio de 2022 às 03:01
Bebé
Bebé FOTO: Getty Images

O Presidente do Senegal, Macky Sall, lamentou esta quarta-feira a morte de pelo menos 11 recém-nascidos num incêndio na unidade neonatal do hospital regional de Tivaouane, localidade a 120 quilómetros de Dakar.

"Acabei de saber, com dor e consternação, da morte de 11 bebés recém-nascidos num fogo que ocorreu no departamento neonatal do hospital Mame Abdou Aziz Sy Dabakh em Tivaouane. Às mães, expresso as minhas maiores condolências", escreveu nas redes sociais Sall, que se encontrava, no momento da tragédia, em plena visita de estado a Angola.

O ministro da Saúde senegalês, Abdoulaye Diouf Sarr, adiantou à estação de televisão senegalesa TFM que "de acordo com a investigação preliminar ao caso, um curto-circuito causou a tragédia".

Tivaouane Macky Sall Senegal Dakar questões sociais política morte demografia
Ver comentários
}