Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Alegado membro do movimento xiita Hezbollah considerado culpado pela morte do ex-primeiro-ministro do Líbano

Outros três suspeitos que estavam acusados no âmbito deste processo foram absolvidos.
Lusa 18 de Agosto de 2020 às 15:51
Rafic Hariri
Rafic Hariri
Rafic Hariri
Rafic Hariri
Rafic Hariri
Rafic Hariri
O Tribunal Especial para o Líbano considerou hoje que Salim Ayyash, alegado membro do movimento xiita libanês Hezbollah, é culpado pelo assassínio do ex-primeiro-ministro do Líbano Rafic Hariri em 2005.

"A câmara de primeira instância declara (Salim) Ayyash culpado além de qualquer dúvida razoável como co-autor do homicídio intencional de Rafic Hariri", declarou o juiz presidente deste tribunal independente criado para julgar este caso, David Re.

Os outros três suspeitos que estavam acusados no âmbito deste processo foram absolvidos.

Salim Ayyash Líbano Hezbollah Rafic Hariri Tribunal Especial crime lei e justiça
Ver comentários